© 2011\2017 Benfica Glorioso. (E PLURIBUS UNUM 1904)Benfica Glorioso

*SEJA BEM-VINDO*
SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS!!!
* E PLURIBUS UNUM *
Sou do Benfica Isso me envaidece Tenho a genica Que a qualquer engrandece Sou de um clube lutador Que na luta com fervor Nunca encontrou rival Neste nosso Portugal

Clique aqui Para Entrar No Site →
Benfica
««« CD TONDELA × SL BENFICA DOM 17 DEZ 20h15 «««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2017\2018

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO
1 2 3 4

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
BTV
Some alt text
BTV
BTV

BENFICA CONQUISTA A TAÇA INTERCONTINENTAL!

O Benfica conquistou, este sábado, a Taça Intercontinental depois de bater o campeão europeu, Reus Deportiu (3-5), em Espanha. Quatro anos depois, os encarnados voltaram a erguer o troféu conquistado, pela terceira vez, por uma equipa portuguesa.

Portugueses e espanhóis chegaram ao encontro depois de, no dia anterior, terem batido duas equipas argentinas. Os encarnados venceram o Andes Talleres, por 7-4, enquanto os catalães bateram o Concepción Patín, por 7-5, após prolongamento.
Na equipa do Benfica apenas uma alteração no cinco inicial em relação ao jogo de sábado, com Pedro Henriques a entrar para o lugar de Guillem Trabal.
Foi preciso esperar até aos 18 minutos para o primeiro golo da tarde. Depois de uma grande penalidade marcada a favor do Reus Deportiu, Albert Casanovas foi chamado a converter e inaugurou o marcador (1-0), uma margem magra que foi levada para o intervalo.
Foi, aliás, o primeiro penálti da tarde num jogo marcado pelas bolas paradas. Aos 29’, já no segundo tempo, mais uma grande penalidade, desta vez a favor da equipa portuguesa. Jordi Adroher não desperdiçou e rematou para o 1-1.
Três minutos depois e mais um penálti. Albert Casanovas voltou a colocar os espanhóis em vantagem (2-1). No minuto seguinte, mais uma bola parada. O Benfica cometeu a última falta e deu livre direto para o Reus mas Pedro Henriques estava lá para evitar o 3-1.
Foram minutos de tirar o fôlego com Benfica e Reus a mostrarem porque são consideradas duas das melhores equipas europeias. Aos 34’ de novo o avançado espanhol, Jordi Adroher rematou para o empate (2-2) a finalizar no coração da área depois de uma assistência do argentino Nicolía.
No minuto seguinte (35’), a resposta do Benfica com um hat-trick de Adroher que, sem dar hipótese ao guarda-redes dos espanhóis, colocou os encarnados pela primeira vez em vantagem no encontro (2-3). Uma vantagem de apenas um golo que não durou muito tempo. Aos 36’, Raul Marín repôs a igualdade no marcador (3-3).
A dois minutos do final, Valter Neves assumiu, fez a rotação e rematou para o 4-3. Um golo de belo efeito importantíssimo nesta fase do encontro. O Benfica a ser recompensado pelos quase 50 minutos onde esteve sempre à procura de golos.
Quando faltava apenas um minuto para o apito do árbitro, livre direto a favor da formação de Pedro Nunes, depois da décima falta cometida pelos espanhóis. O suspeito do costume, Adroher, fez o 3-5 e assinou o poker que fechou as contas em Espanha.

O Benfica repete, assim, o triunfo alcançado em 2013, quanto bateu, em Torres Novas, os brasileiros do Sport Recife, por 10-3, tornando-se a segunda equipa portuguesa a conquistar o troféu, depois do OC Barcelos (1992).

Ler Mais

RUI VITÓRIA: “CONTINUAR COM A CHAMA DE SOMAR VITÓRIAS E CHEGAR AO 1.º LUGAR”

O conjunto orientado por Rui Vitória chega a esta ronda após ter vencido em casa o Estoril, por 3-1, em jogo da 14.ª jornada, com golos de Salvio, Jonas e Krovinovic, e continua a três pontos da liderança partilhada por Sporting e FC Porto.

O objetivo para domingo, frente ao Tondela, no Estádio João Cardoso, passa por somar mais três pontos na luta pelo título e colocar pressão nos rivais diretos. Esta partida antecede, em termos de Campeonato Nacional, a receção ao Sporting (dia 3 de janeiro) e por isso mesmo os resultados desta jornada serão de grande importância.
“Vamos jogar frente a uma equipa que está a fazer um bom trabalho. E, desde já, deixo uma palavra de apreço ao Pepa, que é um jovem treinador, que está a construir uma equipa de qualidade, com os recursos normais. Espero um jogo complicado, frente a um Tondela motivado - porque ganhou o último jogo, porque é uma equipa organizada e porque também joga em casa. Com certeza vai querer causar-nos problemas. Da nossa parte há a perspetiva de somar mais três pontos e continuar a perseguir e a manter-nos nos primeiros lugares. Temos de continuar com esta chama de querer continuar a somar vitórias e chegarmos o mais rápido possível ao 1.º lugar”, anteviu Rui Vitória na Conferência de Imprensa realizada este sábado no Estádio da Luz.
Luisão teve de sair no último desafio da Taça de Portugal e é baixa confirmada. Mas quem entrar para o seu lugar vai responder bem.
“É uma baixa confirmada e amanhã jogará outro jogador. Os jogadores que entram têm correspondido e amanhã o jogador que entrar vai corresponder de certeza”, analisou o técnico.
Na conferência de Imprensa, o treinador foi instado a comentar alguns assuntos polémicos. A resposta foi taxativa: “Poderíamos falar sobre isso, mas como treinador o meu foco são aspetos que consigo controlar e trabalhar no dia a dia. Se nos começarmos a dispersar com coisas acessórias perdemos o foco!”
Voltando ao que interessa, ao Futebol... Como está a equipa depois da eliminação da Taça de Portugal?
“Temos de distinguir o que é circunstancial do que é processual. Quem passou foi o Rio Ave mas foi injusto. Senti os jogadores tristes, mas com esta revolta interior de que não foi feita justiça… mas no futebol a justiça são os resultados. Portanto, tristeza, mas ao mesmo tempo conscientes do nosso valor. Não negamos que o facto de perdermos o jogo é um momento triste e difícil de digerir. Mas temos de nos agarrar a outros aspetos. E o nosso jogo contra o Rio Ave teve um resultado injusto. Todos nós passámos por momentos de tristeza, mas também muitos momentos de alegria”, revelou Rui Vitória.
Instado a comentar possíveis reforços… “No mês de janeiro muita tinta vai correr. Vamos tomar as decisões que teremos de tomar. É prematuro falar agora disso”, atirou.
Rúben Dias? Já recuperou?
“Já vai ser convocado para amanhã e logo veremos se será utilizado ou não”, disse o treinador.
“Na realidade temos tido períodos bons e, depois, há aqui ou ali, momentos que podem ser vistos como desequilíbrios. No último jogo, por exemplo, podíamos ter feito dois ou três golos. Não o fizemos e depois fomos penalizados. Há situações muito circunstanciais que condicionam alguns jogos”, concluiu Rui Vitória face ao momento das águias, reforçando que “esta é a mesma equipa que dá deu muitas alegrias”.
Rui Vitória
O histórico de confrontos entre Benfica e Tondela é curto, visto que a equipa da AF Viseu está apenas na sua terceira temporada no primeiro escalão do futebol português, sendo que a jogar no terreno do adversário as águias ainda não consentiram nenhum golo.
O Tondela está a realizar um percurso interessante na presente edição da Liga NOS. Nas últimas duas temporadas escapou consecutivamente por pouco à despromoção, fruto de duas recuperações extraordinárias na ponta final da competição.
Para esta época foi promovido o regresso ao futebol luso de Ricardo Costa, jogador internacional de créditos firmados e com passagem por grandes clubes europeus como o Wolfsburgo, Lille ou Valência. O defesa de 36 anos é o capitão de uma formação comandada por Pepa.
Neste momento o Tondela ocupa a 12.ª posição, com 15 pontos, fruto de quatro triunfos, três igualdades e sete desaires (17 tentos apontados e 21 consentidos).
Na última jornada o próximo adversário do Benfica foi vencer em casa de um rival direto pela manutenção, o CD Aves, por 0-1, com o golo do triunfo a ser apontado através de um cabeceamento certeiro do avançado brasileiro Hellardo, aos 51 minutos.  

Tondela-Benfica tem apito inicial às 20h15 de domingo e é referente à 15.ª jornada da Liga NOS.

Ler Mais

CONVOCADOS PARA DESLOCAÇÃO A TONDELA

Rui Vitória, treinador do Benfica, chamou 20 jogadores para o desafio com o CD Tondela, referente à 15.ª jornada da Liga NOS, a última em 2017.

O apito inicial está agendado para as 20h15 de domingo, no Estádio João Cardoso.
Lista de convocados
Guarda-redes: Svilar e Bruno Varela;
Defesas: Lisandro, Grimaldo, Douglas, Jardel, Rúben Dias e André Almeida;
Médios: Fejsa, Samaris, Zivkovic, Salvio, Krovinovic, Pizzi, Cervi, Keaton Parks e Diogo Gonçalves;
Avançados: Raúl, Jonas e Seferovic.
Ler Mais

BENFICA ESTÁ NA FINAL DA TAÇA INTERCONTINENTAL

O Benfica venceu, esta sexta-feira, os argentinos do Andes Talleres (4-7) na primeira meia-final da Taça Intercontinental de hóquei em patins.

A edição deste ano – que conta com um formato de final four – decorreu no Pavilhão Olímpico de Reus, em Espanha, junta os antigos campeões continentais de 2015/16, casos de Benfica e Andes, e os atuais, Reus e Conception, que disputam ainda esta sexta-feira a outra meia-final.
Foram os argentinos a inaugurar o marcador, logo aos 3’. Mas a resposta do Benfica foi rápida e, aos 10’, já tinha dado a volta ao marcador e vencia por 1-3 (golos de Miguel Rocha e dois de Carlos de Nicolía, o último de grande penalidade). João Rodrigues marcou ainda na primeira parte e os encarnados levavam para o intervalo a vantagem de um golo (3-4).
No segundo tempo, mais remates e mais golos. Aos 32’, na conversão de uma grande penalidade, Carlos Nicolía rematou para o 3-5e Diogo Rafael fechou as contas (4-7). Antes, um autogolo de Exequiel Tamborindegui aumentou a vantagem encarnada.
Na final, marcada para as 16h00 de sábado, o Benfica vai encontrar o vencedor do jogo entre Concepcion PC e Reus Deportiu.
Recorde-se que o Benfica ergueu o troféu em 2013, quando se tornou na segunda equipa portuguesa a conquistá-lo, depois do Óquei Clube de Barcelos, em 1992.
Ler Mais

DOMINGOS ALMEIDA LIMA: “O NOSSO PRINCIPAL OBJETIVO ESTÁ TOTALMENTE EM ABERTO”

Perante uma plateia repleta de colaboradores, atletas e dirigentes do SL Benfica, no tradicional jantar de Natal do Clube realizado na noite de quinta-feira no Estádio da Luz, Domingos Almeida Lima substituiu o presidente Luís Filipe Vieira, que se encontra em negócios fora do País, e tomou a palavra.

Festa de Natal 
Com um discurso pautado pela confiança e serenidade, o vice-presidente perspetivou um 2018 recheado de bons resultados em todas as áreas do emblema benfiquista, em particular no futebol profissional, onde a conquista do Pentacampeonato, “o principal objetivo”, está “totalmente em aberto”.
“O nosso presidente, Luís Filipe Vieira, não está presente, porque está em viagem à China, numa importante deslocação para a afirmação internacional do nosso clube. Ele envia-vos a um forte abraço de agradecimento pelo trabalho realizado em 2017 e deseja-vos os maiores votos de Boas-Festas”, introduziu Domingos Almeida Lima.
“E é esta ambição de sempre ir mais longe que caracteriza toda a nossa história e nos tornou o maior clube português e, cada vez mais, uma referência em todo o mundo. Um clube que conta com o contributo empenhado, profissional e eficaz de muitas mulheres e homens, que em diversas funções e modalidades dão expressão ao profissionalismo, à mística, à alma benfiquista e à força competitiva do Benfica”, realçou.
“Um Clube que resgatou o orgulho na sua história, ganhou credibilidade, responde no presente com a força do nosso trabalho e prepara o futuro com uma crescente aposta na formação. Um Clube com bons profissionais e grandes adeptos, que transformam cada jogo em casa numa festa desportiva e cada jogo fora num jogo em casa. Uma capacidade mobilizadora invulgar, em que as Casas do Benfica e os Sócios têm um papel fundamental”, enalteceu o vice-presidente das águias.
“É assim, com a confiança desta força, que chegamos ao fim deste ano de 2017. Com resultados únicos de gestão, com a conquista do Tetra e de muitos outros campeonatos e com uma crescente preparação para um futuro ainda mais sólido de conquistas. Com cada vez melhores infraestruturas desportivas, com reforço do posicionamento da marca Benfica como referência desportiva, sinónimo de inovação, de ecletismo e de relevância económica e social”, valorizou o responsável diretivo.
“Bem sei que este início de época está aquém do que esperávamos ao nível do futebol. Mas o nosso principal objetivo está totalmente em aberto. A conquista de mais um histórico resultado – o Penta. E estou otimista. Porque nós sabemos bem da força da nossa capacidade de trabalho, da nossa união e da alma benfiquista. Nós sabemos bem que, como no passado, nada nem ninguém nos pode parar. Como diz a canção: ‘Ninguém pára o Benfica!’”, enfatizou.
“Este é um tempo de tradições e de família. Desta família benfiquista e de todas as famílias. Em Portugal e no mundo, onde existem sócios e adeptos do Benfica. A todo o universo desportivo do Sport Lisboa e Benfica desejo um Feliz Natal e um Ano Novo com mais e melhores conquistas. Força, Benfica!”, finalizou Domingos Almeida Lima.
Ler Mais

BENFICA DOMINA CONVOCATÓRIA DOS SUB-17

O Benfica é o clube mais representado na convocatória dos Sub-17 de Portugal para os compromissos com a Turquia, nos dias 19 e 21 de dezembro, em Rio Maior. 

Rui Bento, treinador nacional da categoria, chamou os benfiquistas Francisco Saldanha, Sandro Cruz, Tomás Tavares, Bernardo Silva, Gonçalo Ramos, Henrique Jocu, Nuno Cunha, Ronaldo Camará e Umaro Embaló, num total 20 futebolistas.
Ler Mais

AGENDA: MUITO BENFICA DE SEXTA A DOMINGO

De 15 a 17 de dezembro, são muitos os jogos do Benfica que não pode perder, na Luz ou fora de portas.

atividade desportiva começa na sexta-feira com o hóquei em patins (18h30) e o futebol júnior (20h00).
A equipa de hóquei em patins desloca-se até Espanha, mais concretamente ao Pavilhão Olímpico de Reus, para disputar a semifinal da Taça Intercontinental frente aos argentinos do Andes Talleres (18h30).
Uma hora e meia depois há dérbi no Estádio Aurélio Pereira, a contar para a 15.ª jornada do Campeonato Nacional de Juniores, com o Benfica a visitar o Sporting (20h00).
No sábado, dia 16 de dezembro, há mais! Entre futebol e modalidades o dia começa no Caixa Futebol Campus com os Juvenis(11h00), prosseguindo com a equipa B(15h00), o basquetebol feminino e o andebol(18h00), o voleibol (19h00) e o futsal feminino (20h00).
A contar para a 4.ª jornada do Campeonato Nacional, os Juvenis recebem o Belenenses (11h00), que soma os mesmos pontos do Benfica na tabela classificativa.
Segue-se, às 15h00, o jogo do Benfica B, no Estádio D. Afonso Henriques, para defrontar o último classificado da Ledman LigaPro (II Liga), o V. Guimarães B, na 17.ª jornada da competição.
A partir das 18h00 as atenções voltam-se para as modalidades. A equipa feminina de basquetebol recebe, no Pavilhão Fidelidade, o CAB Madeira na disputa da 12.ª jornada da Liga. À mesma hora, a equipa de andebol do Benfica mede forças com o Arsenal da Devesa nos 16 avos da Taça de Portugal, no Pavilhão Flávio Sá Leite.
Uma hora depois (19h00) a equipa de voleibol, comandada por José Jardim, atua em Espinho na 15.ª jornada do Campeonato Nacional, enfrentando o SC Espinho. O dia acaba com um dérbi no Pavilhão n.º 2 da Luz, onde as equipas femininas de futsal do Benfica (1.ª classificada) e do Sporting (2.ª) se encontram na 10.ª jornada do Campeonato Nacional.
O fim de semana desportivo continua no domingo: há jogos de râguebi e Iniciados(11h00), hóquei em patins feminino (17h00), futsal (18h00) e futebol (20h15).
Pela manhã (11h00) a equipa de râguebi do Benfica disputa a 3.ª jornada frente ao AEIS Técnico. À mesma hora há futebol, dérbi de Iniciados no Caixa Futebol Campus a contar para a 4.ª jornada do Campeonato. O Benfica e o Sporting somam os mesmos pontos (9) na tabela classificativa.
A tarde "serve-se" com o jogo da equipa de hóquei em patins feminino (17h00), que viaja até Sintra para se bater com o UDC Nafarros. Uma hora mais tarde (18h00) é a vez de o futsal do Benfica mostrar o que vale frente ao 8.º classificado, o FCU Pinheirense, num jogo a contar para a 15.ª Jornada da Liga Sport Zone.

Na noite de domingo, o Benfica enfrenta o CD Tondela, na Beira Alta, em jogo da 15.ª jornada da Liga NOS, e todos os Benfiquistas estão convocados (20h15).

Ler Mais

RUI VITÓRIA: “PREPARAR O PRÓXIMO JOGO E OLHAR EM FRENTE”

O treinador da equipa de futebol do Benficaanalisou o jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal com o Rio Ave, que redundou na eliminação das águias da competição. 


Foi um belíssimo jogo de futebol. Fizemos 30 minutos muito fortes e podíamos estar a ganhar. Fizemos um golo. Na segunda parte houve dois lapsos e o adversário aproveitou. Tivemos um penálti, que acabou por ser um lance importante, pois logo a seguir colocámos mais um avançado. Marcámos um golo num momento importante, fizemos o 2-2, mas tivemos o infortúnio de o Luisão se lesionar e fomos para o prolongamento com a equipa descaracterizada, com três defesas centrais. Não fomos inferiores, tivemos momentos muito bons, tentámos ser audazes, mas também fomos infelizes”, afirmou Rui Vitória. 
A jogar com menos um durante o prolongamento, o Benfica tentou sempre ganhar a partida. 

“Foi preciso apelar ao sacrifício, à dedicação e nada temos a dizer. Os jogadores foram briosos. Tivemos lances de bola parada, corrida, a forçar a entrada na área… Com a equipa descaracterizada, mesmo com três avançados, era difícil”, considerou. 

E prosseguiu: “Nunca fomos inferiores e mesmo com 10 fomos à procura. O que se viu no jogo foi uma equipa do Benficaautoritária.
A Taça de Portugal era um dos objetivos da época, mas o técnico encarnado recordou que há outras competições para vencer. 
“Queríamos passar e jogámos para isso. Temos duas competições para nos focarmos, fundamentalmente o campeonato. Vamos refletir em janeiro e pensar no que se segue. É preciso olhar para o processo e para o que estamos a fazer. Se fôssemos nós a ganhar era merecido. Vamos preparar o próximo jogo e olhar em frente”, assegurou. 
Rui Vitória encarou com naturalidade a eliminação, lembrando que a vida das equipas de futebol é feita de momentos bons e menos bons, mas que é nestes que crescem mais. 

“A vida das equipas é assim. Há momentos de glória e temos de saber lidar com momentos de tristeza com a mesma naturalidade. É com estes momentos menos bons que aprendemos a valorizar os de glória”, referiu. 

No final do encontro houve contestação à equipa, mas o treinador reforçou os elogios aos jogadores: “Estamos tristes, todos. Não posso recriminar os jogadores. Jogámos com uma equipa difícil, como é o Rio Ave e condicionámo-la.”
Ler Mais

KROVINOVIC: “DEMOS TUDO!”

  OBenfica despediu-se esta quarta-feira da Taça de Portugal após derrota em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, por 3-2, já após o prolongamento. Jonas e Luisão marcaram para as águias; Rúben Ribeiro, Lionn e Guedes apontaram os golos dos vilacondenses.


No final da partida, em declarações proferidas na flash interview, Krovinovic analisou as principais incidências.
“Foi um jogo muito difícil, sabíamos que o Rio Ave era um bom adversário. Entrámos muito bem na primeira parte e fizemos um grande jogo. O Rio Ave entrou melhor na segunda parte e marcou dois golos seguidos. Lutámos, reagimos e conseguimos ir para o prolongamento, que também foi difícil. Demos tudo mas acabou por ganhar o Rio Ave. Fizemos um grande jogo durante 120 minutos. O Rio Ave também”, afirmou o médio croata.
120 minutos disputados e muito intensos: “Foi um jogo muito intenso fisicamente. Estamos cansados, mas demos tudo e vamos continuar assim”, destacou o Krovinovic.
Questionado acerca do possível peso que a eliminação da Taça de Portugal – após o adeus à Champions – poderá ter no grupo, o camisola n.º 20 dos encarnados foi taxativo.
“Faz parte do futebol. Agora, temos de pensar e de nos focar no campeonato e na Taça da Liga”, concluiu Krovinovic.
Benfica torna a entrar em campo no próximo domingo com uma deslocação ao terreno do Tondela. Em causa está a 15.ª jornada da Liga NOS, uma partida com início marcado para as 20h15.
Ler Mais

O MUNDO AO CONTRÁRIO

Após prolongamento, o Benfica perdeu por 3-2 com o Rio Ave na visita a Vila do Conde e foi afastado da Taça de Portugal nos oitavos de final. Numa noite farta em chuva, vento e frio, a equipa benfiquista fechou o primeiro tempo em vantagem (0-1, por Jonas), mas depois viu o mundo virar-se ao contrário: dois golos dos vila-condenses, um penálti falhado por Jonas (86’) e uma lesão de Luisão, já depois do 2-2 (88’), que a atirou para o tempo extra reduzida a dez elementos. Neste período, um remate, um desvio de trajetória e o 3-2 final por Guedes.


Num encontro de emoções fortes, o Rio Ave quis ser atrevido nos instantes iniciais, mas nunca foi capaz de gizar lances que desequilibrassem a defensiva do Benfica. O melhor que mostrou foi uma execução de João Novais num livre direto (4’) para intervenção de qualidade do guarda-redes Bruno Varela.
De forma gradual, pondo velocidade nas saídas de bola e procurando explorar os flancos, a equipa de Rui Vitória começou a inquietar Cássio e aos 13’ foi mesmo a luva direita do guarda-redes da equipa visitada que impediu Krovinovic de assinar o primeiro golo em Vila do Conde.
Aos 16’, o conjunto benfiquista voltou a estar perto de enfiar a bola na baliza defendida pelo experiente guardião brasileiro: Marcelo, ao tentar intercetar o cruzamento arrancado por Pizzi na direita da grande área, desviou a bola na direção do poste. Foi o que valeu, neste momento, à equipa orientada por Miguel Cardoso.
Procurando a baliza do Rio Ave por todos os corredores, o Benfica inclinou-se para a direita aos 36’ e atingiu o que pretendia: André Almeida, servido na direita, cruzou com conta para o espaço de Jonas na zona central, um metro no interior da área do Rio Ave, onde o brasileiro puxou o pé direito atrás para disparar de primeira e marcar um golo vistoso (0-1).
Até ao intervalo, o Benfica, além de não dar hipótese de reação ao adversário, manteve os olhos apontados à baliza de Cássio.
O regresso do período de descanso foi amargo para o Benfica. Aos 47’, Cerviescorregou quando tentava sair com a bola controlada na zona defensiva; Francisco Geraldes aproveitou e desmarcou Lionn, que, de bico, venceu o duelo com Bruno Varela, que saíra para encurtar o ângulo de remate (1-1).
Já depois de Cássio ter negado o golo a André Almeida, foi o Rio Ave que voltou a ter contacto com as redes, numa finalização armada por Rúben Ribeiro, de pé direito, num lance que conseguiu inventar sobre a esquerda da área do Benfica. Bruno Varelaainda voou e tocou de raspão no esférico, que viajaria mesmo para as malhas (2-1).
Com Raúl na vez de Pizzi a partir dos 69’, o Benfica carregou. Salvio teve o 2-2 nos pés, isolado perante Cássio, mas não concluiu a jogada da melhor maneira (74’).
Oportunidade soberana para a igualdade aconteceria aos 84’, quando a equipa benfiquista beneficiou de um penálti a castigar falta de Nélson Monte sobre Jonas. O mesmo Jonas, na cobrança do pontapé de penalti, disparou com força e colocação, mas Cássio adivinhou o lado, voou e defendeu. Foi o primeiro castigo máximo falhado pelo goleador no Benfica.
2-2 tardou, mas chegaria aos 86’, com Luisão a ser mortífero ao segundo poste, após canto executado à direita por Zivkovic(substituíra Cervi) e ligeiro desvio de um companheiro ao primeiro poste.
Num dos últimos lances do tempo regulamentar, Luisão ficou impossibilitado de continuar em campo, por razões físicas. O Benfica já tinha esgotado as substituições (o último a entrar foi Seferovic, rendendo Grimaldo ainda antes do 2-2) e foi em inferioridade numérica que a equipa avançou para o prolongamento.
Num dos primeiros lances do tempo extra, o Rio Ave fez o 3-2: Francisco Geraldes rematou na área, a bola desviou no corpo de um jogador do Benfica e foi parar à zona de Guedes, que, com facilidade, encostou para as redes.
Com menos uma unidade e em desvantagem no resultado (Salvio era lateral-direito e André Almeida central), o Benfica não se rendeu e lutou pelo 3-3. Que esteve perto de alcançar aos 103’: grande tiro de pé esquerdo de Seferovic e enorme defesa de Cássio para canto. Na segunda metade do prolongamento, a equipa de Rui Vitória forçou como pôde perante um adversário que já se preocupava mais em queimar tempo do que em jogar.
O Benfica gerou cruzamentos, ganhou cantos, a bola rondou a baliza do Rio Ave, mas não entrou de maneira nenhuma. Em consequência, os encarnados viram-se eliminados da prova.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “VAMOS TER A MESMA EXIGÊNCIA E MESMO QUERER”

Rui Vitória lançou o desafio dos oitavos de final da Taça de Portugal com o Rio Ave em conferência de Imprensa realizada no Estádio da Luz. Espera um jogo bem disputado e que será difícil para ambos os emblemas. 


“Vamos encontrar uma equipa de qualidade e sabemos que uma delas vai ter de ser eliminada. Sabemos que este jogo é fundamental, frente a uma das boas equipas do campeonato, com características muito bem vincadas. Para contrariar isso temos de impor a nossa forma de jogar e olharmos para nós. Vai ser um jogo bem disputado, com uma equipa que circula bem a bola e tem bom jogo interior. Tem jovens de qualidade na frente e joga com as linhas subidas. Vai ser um jogo interessante de seguir. Vai ser complicado para nós e para o Rio Ave”, analisou o técnico. 
Instado a revelar qual o guarda-redes que vai a jogo, o treinador não abriu o livro, mas assegurou que não há uma regra fixa. 
“Se olharmos para a minha folha de serviço percebe-se que não há regras se tem de jogar um numa competição e outro noutra. Se entendermos que é um jogador que tem condições para jogar, joga. Não há uma regra definida. Amanhã logo se vê quem vai jogar. Não há um ciclo fechado que um joga aqui e outro ali”, sublinhou. 
Depois do Estoril para a Liga NOS, segue-se o Rio Ave para a Taça de Portugal. O mercado de transferências de inverno ainda vai longe e Rui Vitória não quer distrações. 
Este vai ser o segundo jogo num ciclo de semana e meia. Foco grande em querer ganhar. Janeiro é a seguir, mas antes ainda há Natal e o Ano Novo. No dia 31 de janeiro faz-se negócios quase até à última e é prematuro falar nesse assunto. As decisões que tiverem de ser tomadas serão em consonância com a administração. O lote de jogadores que tenho atualmente deu para escolher 20 para os convocados”, observou. 
E prosseguiu, ainda sobre o tema do mercado de transferências: “Certezas não tenho, porque no futebol não se podem dizer coisas de forma tão taxativa. Há ideias, mas não significa nada. Estamos a falar numa altura prematura da época, isso terá o seu tempo e espaço para ser intervencionado. Agora é tempo de competição, com três jogos deveras importantes.”
O treinador Benfiquista refutou qualquer possibilidade de a eliminação na Liga dos Campeões ajudar ou prejudicar nas restantes provas em disputa. 

“No ano passado passámos a fase de grupos e fomos à final da Taça de Portugal. A exigência não sobe ou desce por não estarmos na Champions. Vamos ter a mesma exigência e o mesmo querer ganhar, respeitando o adversário. O Rio Ave também vai querer vencer”, disse. 

Os jogos da Taça de Portugal têm a sua particularidade e isso pode influenciar a forma como o adversário aborda a partida. O Benfica, por sua vez, só pensa em vencer independentemente da prova. 
Quando estamos a trabalhar num Clube como o Benfica, o foco é a vitória, seja pelos três pontos, seja pela passagem na eliminatória. Estes jogos têm impacto nos jogadores das outras equipas, porque há prolongamento ou penáltis. Há variáveis que não se equacionam no campeonato. Na Taça de Portugal, o foco tem de ser ganhar e no campeonato, frente ao Benfica, nem sempre se pensa em vencer. Na nossa perspetiva pensamos sempre no mesmo: ganhar”, reforçou.
O sistema de 4x3x3 que tem usado Jonascomo homem mais adiantado deixando Raúl ou Seferovic de fora. Rui Vitória desvaloriza esse facto e recorda que no sistema de 4x4x2 também ficavam médios fora das opções. 
“Quando utilizámos o sistema de dois médios também tínhamos seis/sete médios e alguns também não tinham o seu espaço. Em relação aos três avançados… São jogadores que têm percebido o momento que estamos a viver no campeonato e de progressão nas provas nacionais. O Jonas tem sido quem tem jogado e correspondido com golos. É uma questão de oportunidade, de momento. Todos são inteligentes, todos gostam de jogar. Têm trabalhado muito bem no processo de treino”, revelou.
João Félix renovou contrato com o Benficapor mais quatro anos. O técnico assumiu que o jovem faz parte de um vasto lote de futebolistas sob observação. 

“O João… Não tenho problemas em falar do João Félix mas não quero particularizar, porque há um conjunto de jogadores com potencial para representar a equipa principal no futuro. O João integra um lote de jogadores com esse potencial. Se a evolução dele e dos outros for como pensamos, haverá muitos que poderão chegar à equipa principal. O João integra esse lote alargado de jogadores. Tenho debaixo da minha alçada cerca de 20 jogadores em observação na Formação do Clube. Nem todos lá vão chegar”, explicou. 

Rio Ave-Benfica tem início agendado para as 21h00 de quarta-feira, no Estádio do Rio Ave.
Ler Mais

FUTEBOL E MODALIDADES: TODOS OS RESULTADOS DE 8 A 10 DE DEZEMBRO

Desde o feriado de 8 de dezembro até domingo (dia 10), tem sido intensa a atividade desportiva do Sport Lisboa e Benfica. Conheça aqui os resultados do Futebol e das Modalidades de Pavilhão.

Futebol
Benfica-Estoril, da 14.ª jornada da Liga NOS
EscalãoJogoResultado
Seniores masculinos BENFICA-Estoril3-1
JunioresBENFICA-Alcanenense1-1
Juvenis AEstoril-BENFICA0-3
Iniciados A
Oeiras-BENFICA0-6
Infantis C
Sacavenense-BENFICA0-5
Infantis DUD Alta de Lisboa-BENFICA 2-11
Benjamins ASacavenense-BENFICA1-7
Benjamins BBENFICA-EF Belém9-2
Benjamins CBENFICA- RA Musgueira8-1
Benjamins DBENFICA-Sacavenense16-0
Traquinas AEF Belém-BENFICA3-5
Traquinas BBENFICA-C.I.F.13-2

Andebol
Benfica-Águas Santas, da 15.ª jornada do Campeonato
EscalãoJogoResultado
Seniores masculinos 
BENFICA-Águas Santas33-28
Seniores BBENFICA-Ginásio do Sul  30-35
JunioresVitória Setúbal-BENFICA26-27
Juvenis ABENFICA-Lagoa AC32-16
Juvenis BBENFICA-Sporting B27-24
Iniciados ABENFICA-Almada AC35-27
Iniciados BCSJ Brito-BENFICA24-25
MinisBelenenses-BENFICA29-40

Basquetebol
Benfica vs Barreirense
EscalãoJogoResultado
Seniores masculinosBENFICA-Barreirense93-85
Seniores B masculinosImortal DC-BENFICA B98-89
Seniores B masculinos BENFICA-Belenenses87-57
Seniores femininos BENFICA-Académico FC80-43
Seniores femininosBENFICA-V. Guimarães72-45
Sub-18 masculinos
BENFICA-CNT Ponte de Sôr 89-58
Sub-13 masculinosNB Queluz-BENFICA26-31
Sub-13 masculinosBENFICA-Park37-27

Voleibol
Dérbi da Taça de Portugal no Pavilhão n.º 2 da Luz
EscalãoJogoResultado
Seniores masculinos BENFICA-Sporting3-1
Seniores masculinosSC Caldas-BENFICA0-3
Seniores BCNG B-BENFICA1-3
Juniores masculinosCRP-BENFICA0-3
Juvenis masculinosBENFICA-Martingança Cad  3-1
Juvenis femininosBENFICA-EF Lencastre3-0
Infantis femininosAM Volei-BENFICA0-3
Infantis masculinosCVO Inic-BENFICA3-0
Cadetes masculinos
CNG Cad-BENFICA0-3
Cadetes femininosBENFICA-Moura3-0

Hóquei em Patins
Diogo Rafael
EscalãoJogoResultado
Seniores Masculinos BENFICA-FC Barcelona    4-8
Seniores femininos 
BENFICA-APAC Tojal8-0
Seniores femininosAA Coimbra-BENFICA1-3
Seniores masculinos B BENFICA-Marítimo SC7-4
Sub-20FC Alverca-BENFICA3-5
Sub-17Sporting-BENFICA1-2
Sub-15BENFICA-Sporting8-0
Sub-13BENFICA-Sporting5-2
Sub-13 BBENFICA-SC Torres5-1
BenjaminsStuart HC-BENFICA4-10
Benjamins C BENFICA-HC Turquel0-18
EscolaresBENFICA-AD Oeiras B14-1
Escolares BBENFICA-Alenquer B6-2
Escolares BAE Física-BENFICA15-1

Futsal
Fotos: isabel Cutileiro / SL Benfica
EscalãoJogoResultado
Seniores masculinosBENFICA-Burinhosa4-0
Juvenis
Belenenses-BENFICA16-0
IniciadosBENFICA-Belenenses11-2
InfantisBENFICA-São João de Deus  6-0
BenjaminsBENFICA-Sporting4-1

Polo Aquático
CompetiçãoJogoResultado
Camp. Reg. Absoluto feminino BENFICA-Cascais Water Polo Club12-01
Camp. Nac. Equipa ABS feminina
Sport Algés e Dafundo-BENFICA04-22

Natação
Miguel Nascimento em treino no Complexo de Piscinas do Estádio da Luz

Festival de Natal 
Cadetes A masculinos:
- Tomás Roque (1.º lugar nos 100 metros costas e 2.º lugar nos 100 metros mariposa);
- Tomás Roque, Guilherme Gávea, Guilherme Baptista, Martim Antunes (1.º lugar nos 4x50 metros estilos);
- Martim Antunes, Guilherme Gávea, Guilherme Baptista, Tomás Roque (1.º lugar nos 4x50 metros livres). 
Cadetes B masculinos:
- Francisco Perloiro (1.º lugar nos 50 metros mariposa); (1.º lugar nos 50 metros bruços); (2.º lugar nos 50 metros costas);
- Rafael Godinho (3.º lugar nos 50  metros mariposa);
- Rafael Godinho, Henrique Martins, Gonçalo Teles Carvalho, Francisco Perloiro (1.º lugar nos 4x50 metros livres);
- António Massano, Francisco Perloiro, Gonçalo Teles Carvalho, Rafael Godinho (1.º lugar nos 4x50 metros estilos). 

Miguel Nascimento e Diana Durães foram duas das grandes figuras dos três dias (8 a 10 de dezembro) dos Campeonatos Nacionais seniores e juniores em piscina curta, que decorreram no Clube Fluvial Portuense. Consulte aqui todos os resultados. 
Ler Mais
Sports Blogs
blog directory
 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2017