© 2011\2018 Benfica Glorioso. (E PLURIBUS UNUM 1904)Benfica Glorioso

*SEJA BEM-VINDO*
SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS!!!
* E PLURIBUS UNUM *
Sou do Benfica Isso me envaidece Tenho a genica Que a qualquer engrandece Sou de um clube lutador Que na luta com fervor Nunca encontrou rival Neste nosso Portugal

Clique aqui Para Entrar No Site →
Benfica
««« SL BENFICA x CD AVES DOM 23 SET 18h30 ««« GD CHAVES x SL BENFICA QUI 27 SET 20h15 ««« LIGA DOS CAMPEÕES AEK ATENAS FC X BENFICA TER 02 OUT 20h00 ««« SL BENFICA X FC PORTO DOM 07 OUT 17h30 ««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2017\2018

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO
1 2 3 4

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV

Leitores 244
1 214
Seguir
5444
Fans
2.414
Seguir

Tabela classificativa

1 º SLB 10 PTOS 2 º BRA 10 PTO 3 º SPO 10 PTOS

RUI VITÓRIA: “TEMOS DE SER PERSISTENTES E INTENSOS”


Jonas está de regresso aos convocados, anunciou Rui Vitória logo no início da conferência de Imprensa de antevisão ao jogo com o Aves, marcado para este domingo (18h30) no Estádio da Luz.

Entre os vários temas abordados, o técnico encarnado não poupou elogios a Jardel e André Almeida, “dois jogadores de grande entrega e dedicação”, e abordou ainda a inclusão gradual de Gabriel na equipa.

Existem disponibilidades físicas em relação ao jogo com o Bayern Munique?
A mais óbvia é a convocatória do Jonas e não há nada mais significativo em relação ao jogo anterior.
Uma análise ao Desportivo das Aves.
É um jogo que vamos ter em nossa casa, contra um adversário que não está a fazer um início de Campeonato que desejava, mas recheado de bons jogadores. Com futebolistas com muita experiência – quase todos na casa dos 30 anos –, que já jogaram várias vezes no Estádio da Luz, um treinador muito experiente que conhece muito bem este tipo de jogos, e uma equipa que tem características específicas que defende muito bem e que aproveita muito bem as saídas para o ataque. Temos isto em mente e amanhã temos de ser muito persistentes, intensos, uma equipa que coloque problemas permanentes à formação do Aves – que a possa condicionar até na forma de pensar – para daí tirarmos proveito. A minha equipa está preparada para isso, sabe muito bem o que tem a fazer amanhã. Queremos muito vencer em nossa casa, sem esquecer que do outro lado está uma equipa que tem valor.
Vimos a entrada do Gabriel no jogo com o Bayern. Isso pode levar a que outros jogadores percam minutos ou esta entrada do Gabriel vai demorar algum tempo a ser definitiva no onze?
O Gabriel foi mais um jogador que chegou ao nosso plantel, que tem feito uma entrada gradual no nosso processo de trabalho. É um jogador como outro à espera do seu espaço, da sua oportunidade, e ele – como outros jogadores – estão, à medida que o tempo vai passando, cada vez mais entrosados e mais próximo daquilo que todos queremos. É mais um jogador disponível, não se trata de perder ou ganhar minutos. É mais um dos bons jogadores que temos para a zona do meio-campo que estão perfeitamente aptos para, se forem chamados, darem uma boa resposta. Amanhã logo se verá quem será chamado.
Rui Vitória
Jonas está na lista de convocados, mas, depois de tanto tempo de paragem, como é que está o jogador para poder jogar os 90 minutos?
Se está convocado é porque está dentro dos parâmetros que nós entendemos que são necessários para estar em competição. É um jogador que tem vindo a progredir, entendemos que seria o momento para ser chamado e esperemos que, ele e outros quando forem chamados, vão dando resposta e melhorando. É um jogador que está parado há algum tempo e se estamos à espera de rendimento máximo num primeiro jogo, teremos que esperar mais um pouco. Está em condições de ser chamado e amanhã logo veremos.
Com o regresso do Jonas, pondera voltar ao 4x4x2 para encaixar o avançado brasileiro ou o seu 4x3x3 transformou-se num dogma do qual não abdica?
Não sou treinador de estar completamente agarrado a um sistema tático, mas sou agarrado, sim, a um conjunto de conceitos que levo para todo o lado, independentemente do sistema tático. A equipa sabe aquilo que temos a fazer e qual é a nossa filosofia. Há uma série de máximas que defendemos. Temos estado a jogar desta forma, se tivermos de alterar peças alteraremos, fazendo com que o rendimento e as dinâmicas não se percam. A equipa tanto pode jogar de uma maneira como de outra, estamos preparados para jogar das duas formas. Felizmente, ao logo desta fase inicial difícil, de exigência, a equipa deu resposta, e deu resposta até sem Jonas, com vários jogadores a marcar golos e eu, enquanto treinador, estou satisfeito por isso.
Rui Vitória
Como é que se prepara a equipa depois destas semanas de pausa?
Nestas três semanas sem Campeonato, tivemos um conjunto de jogadores a competir, tivemos outros para aproveitar para melhorar – os que não estavam a jogar – e outros também para fazer alguma regeneração daquilo que era necessário fazer. Não podemos trabalhar todos por igual e temos que, com aquilo que temos, ir montando o nosso puzzle. Nós nunca sabemos se uma paragem é boa ou má. Começámos a atividade, temos um jogo difícil, mas que queremos ganhar.
Jardel e André Almeida são, neste momento, os únicos dois totalistas do plantel. O que é que estes dois jogadores significam para si?
São dois jogadores de enorme qualidade, como muitos que nós temos. São dois jogadores que os treinadores, por norma, gostam porque são de grande entrega e dedicação. Não pararam ainda, se calhar vão parar daqui a um tempo, vão entrar outros. Isto é mesmo assim. Falhar um passe, uma receção, acontece. Mas o esforço, entrega e dedicação tem de haver, e estes jogadores têm.
Ler Mais

CONVOCADOS PARA A RECEÇÃO AO CD AVES

Rui Vitória, treinador do Benfica, convocou 21 jogadores para o jogo frente ao Desportivo das Aves, no Estádio da Luz, relativo à 5.ª jornada da Liga NOS.

O início do desafio está marcado para as 18h30 de domingo.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: B. Varela e Odysseas;  
Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Jardel e André Almeida;
Médios: Fejsa, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Samaris, Rafa, Gabriel, João Félix e Gedson;
Avançados: Jonas, Seferovic e Castillo. 
Ler Mais

JARDEL: UM GUERREIRO NO COMANDO


Se tiver de partir, parte, torcer é que nunca! Jardel, que acaba de renovar contrato, é assim. O Guerreiro da Luz, como carinhosamente o tratam os adeptos do Benfica, veste o Manto Sagrado desde janeiro de 2011.

Absorvendo os melhores ensinamentos de centrais de gabarito e líderes como Luisão e Garay, escalou a pulso no Clube pelo qual é “apaixonado”, está já lançado para atingir os 250 jogos e, envergando a braçadeira de capitão, é um pilar, uma unidade de comando.
capacidade de liderança, aliás, foi determinante para Jardel ser conduzido ao grupo dos capitães no defeso de 2015, precisamente antes do começo de uma temporada que viria a ser relevante e até emblemática no seu percurso ascensional no Benfica. A paragem de Luisão (fraturou um braço em 21 de novembro) criou um contexto de exigência e de necessidade de resposta imediatapor parte de Jardel, que rapidamente se confirmou como elemento basilar na linha recuada da equipa que haveria de finalizar 2015/16 a festejar o Tricampeonato.
Jardel
No dia 25 de novembro de 2015, em Astana, o Benfica encarou a 5.ª jornada na fase de grupos da Liga dos Campeões e foi Jardel quem, pela primeira vez nessa temporada, capitaneou a equipa. As águias empataram 2-2 e validaram matematicamente o apuramento para os oitavos de final da Champions.
Jardel fechou a época com quase 4000 minutos nas pernas fruto da participação em 44 encontros.
É muito especial poder usar a braçadeira de capitão, representando este emblema. Não imaginava isto nem nos meus sonhos. Não é fácil representar um clube com a grandeza do Benfica”, comentou recentemente o central em entrevista à página oficial da UEFA.
Jardel

A primeira ultrapassagem pela esquerda

As primeiras linhas da história de Jardel no Benfica começaram a ser grafadas no inverno de 2011. O central representava então o Olhanense (I Liga), o segundo emblema que serviu em Portugal (o primeiro foi o Estoril, um ano antes, na II Liga). Em janeiro, foi contratado pelas águias, que, ainda antes do encerramento da janela de transferências, veriam David Luiz ser recrutado na Luz pelo Chelsea.
No dia 30 de janeiro de 2011, a estreia oficial de Jardel com o Manto Sagrado. Com uma exibição serena ao lado de Sidnei, tomou parte na vitória dos encarnados por 0-4 em casa do Aves na Taça da Liga, totalizando 90 minutos de competição.
Jardel
Volvido menos de um mês, o primeiro jogo no onze inicial das águias no Campeonato. Foi a 27 de fevereiro, na 21.ª jornada da prova, frente ao Marítimo, e fez dupla com Luisão no triunfo por 2-1. Iniciava então a ultrapassagem a Sidnei na esquerda do eixo defensivo.
Capitalizando presenças na equipa logo nos primeiros meses na Luz, Jardel entrou no alinhamento do Benfica no duelo com o PSV relativo à primeira mão dos quartos de final da Liga Europa. Fez os 90 minutos na noite de estreia na UEFA (7 de abril de 2011) tendo novamente Luisão como parceiro.
Na ronda uefeira seguinte, Jardel acrescentou a coluna dos golos à sua ficha no Benfica: marcou ao Braga na primeira mão das meias-finais da Liga Europa (triunfo por 2-1 na Catedral).
Jardel

Fibra à prova de choques

Pela camisola do Benfica, tudo. À flor do relvado, onde cada lance é encarado como um jogo dentro do próprio jogo (para ganhar, sempre!), nenhum esforço pode ser adiado. Nestas palavras vemos a imagem construída por Jardel no Clube.
Os exemplos de sacrifício do central em nome dos interesses e dos objetivos do coletivo são variados e antigos. Aliás, têm praticamente tanto tempo como o jogador tem de casa. Na noite de 21 de fevereiro de 2011, saltou para o interior das quatro linhas no tempo de compensação da primeira parte do Sporting-Benfica. Era preciso reparar o rombo causado pela expulsão de Sidnei e Jardel correspondeu. Num dérbi intenso e disputado, o luso-brasileiro foi protagonista de um choque que lhe deixou marca na cabeça (uma dezena de pontos, segundo os relatos daquela altura).
Jardel lesionou-se, podia ter saído, mas não quis; encerrou a atuação no Estádio José Alvalade com a cabeça ligada e festejou a sua primeira vitória (0-2) num mano a mano com o histórico rival.
Jardel
Entre os diversos episódios de combatividade e tenacidade, o mais exemplar do Guerreiro da Luz terá sido o vivido no Benfica-V. Guimarães da 20.ª jornada do Campeonato 2013/14.
"Essa partida foi uma guerra. Tive um choque muito forte, não sabia da gravidade do corte. No intervalo fui ao espelho para ver o corte e não me deixaram, porque se visse a gravidade do corte, possivelmente, não voltava. Não me deixaram e voltei. O sangue não estancava, mas fiz o jogo todo. Fiquei feliz por ter feito o jogo todo e por termos saído com a vitória", contou Jardel em entrevista à BTV depois de completar 200 jogos pelas águias, recordando o sucedido na noite de 24 de fevereiro na Catedral.
Um choque involuntário com Enzo Pérez, logo nos instantes iniciais do encontro com os vimaranenses, expôs a fibra e o perfil do camisola 33 do Benfica. Foi assistido várias vezes ao longo do desafio e fez sempre questão de continuar, desvalorizando uma ferida profunda que implicaria uma sutura com cerca de 20 pontos.
Jardel
Teve de usar uma touca na cabeça para segurar a ligadura e estancar o sangue, mas isso, para Jardel, foi apenas um pormenor. Fundamental era cumprir a missão que lhe fora destinada naquela noite. Todos lhe deram os parabéns pela impagável bravura que define um líder.
Depois dessa noite, Jardel teve de parar. Só regressaria à competição a 7 de abril, diante do Rio Ave, na Catedral, mas fê-lo utilizando uma máscara protetora.
"Fico feliz quando me chamam Guerreiro da Luz. É uma alcunha carinhosa e dá-me motivação. Trabalho cada dia no meu limite para estar sempre bem e representar o Benfica no topo", afirmou o atleta à BTV em fevereiro de 2018.
Jardel e Luisão

Sucessos no Benfica

TROFÉUS
ÉPOCAS
4 Campeonatos
2013/14, 2014/15, 2015/16 e 2016/17
2 Taças de Portugal
2013/14 e 2016/17
3 Supertaças
2014, 2016, 2017
5 Taças da Liga
2010/11, 2011/12, 2013/14, 2014/15, 2015/16
Jardel

Ganhar, marcar, ganhar: golos de ouro no ano do Tri

Em oito épocas incompletas no Benfica (está no começo da nona), Jardel já celebrou a conquista de 14 troféus: 4 Campeonatos (2013/14, 2014/15, 2015/16 e 2016/17 – o Tetra), 2 Taças de Portugal (2013/14 e 2016/17), 5 Taças da Liga (2010/11, 2011/12, 2013/14, 2014/15, 2015/16) e 3 Supertaças (2014, 2016, 2017).
O primeiro sucesso coletivo foi obtido e comemorado em Coimbra na final da Taça da Liga que pôs frente a frente Benfica e Paços de Ferreira (2-1), em 2010/11.
Na reta final da época do Tricampeonato (2015/16), a influência de Jardel teve igualmente impacto na outra extremidade do retângulo de jogo. Nas subidas à área contrária em lances de bola parada, o luso-brasileiro desencravou dois resultados (30.ª e 32.ª jornada da Liga NOS) e contribuiu para a recolha de seis pontos que naquela fase da prova valiam ouro. Foi a temporada em que mais golos marcou (5).
Jardel

Jardel no Benfica*

JOGOS
GOLOS
221
14
* Números até 22 de setembro de 2018
Ler Mais

FUTSAL FEMININO APRESENTA-SE COM VONTADE DE VENCER

E

equipa de futsal feminino do Benficaapresentou-se à Comunicação Social, na quinta-feira, na sala de Imprensa do Pavilhão da Luz. O treinador Bruno Fernandes, a capitã Inês Fernandes e o vice-presidente Domingos Almeida Lima foram os porta-vozes das ambições para 2018/19.

apresentacao futsal feminino
Bruno Fernandes, treinador das encarnadas, afirma que a aposta na formação continua a ser uma das características do futsal feminino do Benfica.
“Este ano, como é costume, na nossa casa apostámos na nossa formação aliás, se formos a ver no nosso plantel temos jogadoras com anos de casa e isso faz todo o sentido”, começou por referir, Bruno Fernandes, em declarações à BTV.
No início da nova temporada, o treinador das águias promete “trabalho de qualidade” e “força de vontade”.
“Tem sido um ótimo mês e sinto espírito de aprendizagem e de renovação de contéudos e de quererem evoluir, o que é sempre muito bom”, considerou.
“Continuo a não prometer títulos, prometo trabalho de qualidade, com vontade e mais do que as outras equipas que defrontamos, pois isso é o que nos tem dado os títulos que tanto queremos”, enfatizou o técnico.
apresentacao futsal feminino

Inês Fernandes: “Vamos estar focadas”

O primeiro teste da equipa feminina de futsal é já no sábado e a capitã Inês Fernandes garante que a equipa vai estar focada em conquistar o primeiro troféu da época.
“Temos a perfeita noção do que nos aguarda no sábado. Vamos estar focadas e sabemos que todos os benfiquistas esperam que nós conquistemos esta Supertaça. Sabemos que a equipa adversária se reforçou e tem um treinador também com muita qualidade”, afirmou.
“É uma equipa que tem perdido contra nós, mas tem apostado cada vez mais. Vai ser um jogo complicado, mas nunca abordamos um jogo para perder por isso, com mais ou menos rotinas, vamos tentar ganhar a Supertaça”, reforçou a capitã.
apresentacao futsal feminino

Domingos Almeida Lima: “Vocês já conquistam tudo”

O vice-presidente do Benfica enalteceu o trabalho da equipa de futsal feminino, com a expectativa que continuem a ganhar títulos.
“Nas outras modalidades tenho tido sempre o discurso da reconquista, mas vocês não têm de reconquistar nada porque já conquistam tudo. Portanto, desejo que tudo corra pelo melhor”, vincou.
Ler Mais

JARDEL RENOVA CONTRATO ATÉ 2021


Na nona época ao serviço do Benfica, Jardelprolongou o vínculo contratual que o liga aos encarnados até 2021. “Apaixonado pelo Benfica”, o defesa-central brasileiro promete “continuar a trabalhar com humildade e muita entrega”.  


“É um sentimento de um orgulho enorme e de gratidão também. Estou muito feliz por poder representar esta grande equipa há vários anos. Sou apaixonado pelo Benfica. Cresci muito aqui, não só na parte desportiva, mas também como homem e pai. Agradeço muito ao Benfica por tudo o que tem feito por mim e espero poder retribuir tudo isso da melhor maneira possível, que é dentro do campo”, confessou, em declarações à BTV.
Subindo na carreira a pulso – Avaí, Vitória, Santos, Iraty, Joinville, Ituano e Desportivo Brasil foram os emblemas a que esteve ligado no Brasil –, mostrou-se em Portugal no Estoril (2009/10) e, depois, no Olhanense, até que entrou na Luz, onde deu outro brilho ao seu percurso profissional, enriquecendo o currículo com conquistas – a primeira foi a Taça da Liga e logo na temporada de estreia pelos encarnados.
“Fui galgando pouco a pouco, sempre tive o sonho de vestir a camisola de um grande clube e consegui realizar esse sonho de menino. Sinto-me feliz e honrado por representar o Benfica. As minhas ambições foram sempre as melhores possíveis e acredito que é por isso que hoje estou aqui. É continuar a trabalhar, com humildade acima de tudo, e muita entrega para poder conseguir dar sempre o meu melhor”, prometeu o camisola 33.
“No início as coisas não foram tão fáceis, face ao período de adaptação, mas o presidente e várias outras pessoas também do Clube sempre acreditaram em mim e consegui. Estar hoje aqui é uma alegria enorme”, contou o central que tem envergado a braçadeira de capitão.
Vestir a camisola do Benfica é sempre uma responsabilidade… São milhões de adeptos! Temos de estar sempre ao mais alto nível para representar este Clube e a braçadeira de capitão também é uma responsabilidade. Mas com a ajuda dos companheiros vamo-nos adaptando e juntos trabalhar para que este Benfica possa ser grande”, explicou.
Jardel renova até 2021

“A palavra certa para isto tudo é gratidão”

Titular indiscutível esta temporada, ao lado de Rúben Dias, o brasileiro de 33 anos confessa-se grato ao Clube que o recebeu em janeiro de 2011.
Quero agradecer ao presidente pela confiança e pela credibilidade em mim. A minha relação com ele é muito boa, é a melhor possível. Ele está sempre connosco no Seixal, acompanhando diariamente o nosso trabalho e damo-nos muito bem”, afirmou.
“A palavra certa para isto tudo é gratidão. Vou continuar a fazer o meu melhor para poder ajudar sempre o Benfica”, acrescentou.
A receita para o sucesso? União. “O nosso grupo é uma família, o ambiente é fantástico e somos muito unidos! Essa é a diferença e é continuar assim, sempre com esta união”, reforçou.
Jardel renova até 2021
Olhando em frente, as metas do central canarinho e as ambições são claras, sempre com uma base que entronca a dedicação, a ambição e as desejadas conquistas.
Trabalho! Não se conquista nada se não existir trabalho e esse é o meu foco! Cada vez que entro dentro de campo sei que tenho de deixar o meu máximo, fazer o meu melhor, pois fazendo-o consigo ajudar a equipa e os meus companheiros e esse é sempre o meu foco”, disse, rematando: “Espero, ainda por muitos anos, poder ajudar o nosso Benfica a conquistar títulos.”
Com 221 jogos e 14 golos pelo Benfica, Jardelconta com mais de uma dezena de troféus conquistados: 4 Campeonatos Nacionais, 5 Taças da Liga, 2 Taças de Portugal e 2 Supertaças.
Ler Mais

RENATO SANCHES: "NÃO SOU UM ADEPTO, EU FAÇO PARTE DA FAMÍLIA DO BENFICA"

Titular pela primeira vez no Bayern em 2018/19, Renato Sanches foi uma das figuras do jogo que opôs o Benfica ao hexacampeão da Alemanha no Estádio da Luz. De regresso a uma casa que já foi sua, o médio marcou um dos golos dos bávaros, pediu perdão e foi aplaudido pelos Benfiquistas.

"Foi neste Clube que cresci e que aprendi a jogar futebol. Os aplausos do público antes do jogo e depois do golo? Eu não sou um adepto do Benfica, faço parte da família do Benfica. Agradeço muito o apoio que me têm dado ao longo destes anos. Muito obrigado, Benfica", declarou Renato Sanches nas entrevistas rápidas após o embate da primeira jornada da Liga dos Campeões.
"Joguei quase dez anos no Benfica, é o clube do meu coração", reforçou o internacional A português, que se empenha com o objetivo de se afirmar no Bayern.
"Tenho vindo a trabalhar muito, é importante continuar neste caminho. Não tem sido uma época fácil, mas eu sou muito jovem, só tenho de esperar o meu momento e fazer o melhor quando a oportunidade chegar", apontou.
Treinadores

Niko Kovac: "Felicito os adeptos do Benfica pelo seu gesto tão raro"

O treinador do Bayern avaliou a exibição de Renato Sanches na Luz e destacou o fair play dos adeptos do Benfica.
"Já tinha dito em Munique que o Renato não vinha fazer de guia turístico. O Thiago [Alcántara] devia ter jogado, mas como não pôde tive o feeling de que era o momento exato para meter o Renato. Aquilo que fez foi excelente. Quero felicitar todos os espectadores por aplaudirem o seu 'filho', é raro vermos manifestações deste tipo. Muito obrigado", declarou Niko Kovac.
Ler Mais

CLUBE E SAD ACUMULAM RESULTADOS POSITIVOS

A Benfica SAD apresentou um resultado líquido de 20,6 milhões de euros referente ao exercício de 2017/18, o que corresponde ao quinto exercício consecutivo em que a Benfica SAD apresenta lucro e ao seu segundo melhor resultado de sempre.

O resultado operacional atinge os 32,4 milhões de euros, tratando-se de um indicador positivo do desempenho operacional da Benfica SAD e que, à semelhança do resultado líquido, só foi ultrapassado pelo valor atingido na época anterior.
O passivo da Benfica SAD diminuiu 40,1 milhões de euros no decorrer do exercício de 2017/2018, o que significa que no final do período atinge um valor de 398,3 milhões de euros. De realçar que a Sociedade volta a apresentar um passivo consolidado inferior a 400 milhões de euros, o que não se verificava desde o final do exercício de 2010/2011.
O capital próprio da Benfica SAD a 30 de junho de 2018 ultrapassa os 86,8 milhões de euros, atingindo o valor mais alto de sempre deste a constituição da Sociedade. De realçar que, no decurso dos últimos cinco anos, o valor acumulado da recuperação do capital próprio da Benfica SAD já ultrapassa os 110,6 milhões de euros.

Clube com lucros de 18,3 M€

O Sport Lisboa e Benfica apresentou um lucro de 18,3 milhões de euros, estando a contribuir para este resultado a incorporação de 13,6 milhões de euros da Benfica SAD, que é detida em 63,65% pelo Clube.
Em termos da atividade isolada do Sport Lisboa e Benfica é de salientar:
  • O resultado líquido do período ascende a 4,7 milhões de euros e é positivo pelo nono exercício consecutivo;
  • O resultado operacional atinge os 4 milhões de euros, correspondendo ao décimo segundo exercício consecutivo em que é positivo;
  • Os rendimentos operacionais ascendem a 37 milhões de euros, o que corresponde a um valor idêntico ao exercício anterior.
Os fundos patrimoniais do Clube variaram positivamente face ao exercício anterior em 17,3 milhões de euros, atingindo um valor negativo de 19,6 milhões de euros (30 de junho de 2017: valor negativo de 36,2 milhões de euros), o que representa uma melhoria pelo quinto ano consecutivo.
De realçar o valor acumulado dos resultados positivos destes últimos cinco exercícios, que ascende a 86,1 milhões de euros, o que corresponde ao contributo do desempenho económico do Sport Lisboa e Benfica bem como das suas participadas, nomeadamente da Benfica SAD, durante esse período para a recuperação dos fundos patrimoniais.
Ler Mais

PEDRO PICHARDO PROLONGA CONTRATO ATÉ 2022

Pedro Pichardo prolongou contrato com o Sport Lisboa e Benfica até 2022. O atleta português, atual líder do ranking mundial do Triplo Salto e recordista nacional (17.95 metros) rubricou o novo contrato na presença do Presidente Luís Filipe Vieira.


"Poder ficar mais tempo no Benfica é uma situação muito agradável para mim e também para a minha família. Agradeço ao Presidente e a toda a Direção do Clube por acreditarem em mim. Estou muito feliz. Tenho recebido muito apoio dos adeptos e das pessoas que estão no Benfica", declarou Pedro Pichardo após a formalidade, em declarações à BTV.
“Estou muito feliz. É uma demonstração de que o Benfica acredita em mim e no meu trabalho. A melhor maneira de responder a esta aposta é fazer bem o meu trabalho como tenho feito até agora”, disse o triplo-saltista, admitindo a “grande responsabilidade de pertencer à família Benfiquista”.
Por mim, vou ficar no Benfica sempre. Deus queira que não tenha nenhum problema, mas é esse o meu desejo. O Benfica acreditou em mim desde sempre, mesmo quando eu estava há dois anos sem competir. Foram dois anos terríveis e o Benfica não desistiu de mim, não deixou de acreditar no meu talento. Sou muito agradecido a este clube”, reforçou.
Há apenas cinco dias, a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) comunicou à Federação Portuguesa de Atletismo que Pichardo é elegível para representar Portugal a partir do dia 1 de agosto de 2019. Uma decisão que permite ao atleta do Benfica defender as cores nacionais nos Mundiais de Atletismo e nos Jogos Olímpicos.
“Têm sido muitas boas notícias juntas. Para mim, é muito importante como atleta poder estar nos Mundiais e nos Jogos Olímpicos, que é o ponto máximo do panorama desportivo. Era o que eu queria, estar de volta à alta competição. A Federação Internacional deu o ‘sim’ e agora é trabalhar para quando chegar o momento”, afirmou.
Objetivos futuros? Pedro Pichardo responde. “Não tenho limitações. Só tenho treinado, trabalhado, e onde posso chegar nem eu mesmo sei”, afirmou, confessando, no entanto: “Gostaria de ser o primeiro a aproximar-me dos 19 metros. Gostava um dia de fazer algo tão extraordinário que ficasse marcado nos livros.”
“Estou muito agradecido pela forma como me acolheram e pelo apoio que tenho recebido. Confiem em mim. Vou trabalhar e vou continuar a ser muito dedicado e disciplinado para fazer o melhor pelo meu clube”, prometeu aos adeptos.

“Pertence à elite mundial”

Em conferência de Imprensa, realizada esta segunda-feira no Estádio da Luz, Fernando Tavares destacou o processo de adaptação e integração de Pedro Pichardo no Benfica e em Portugal, referindo-se ao português como um “atleta de referência”.  
“Era algo que já estava a ser tratado há alguns meses. O Pedro de hoje não é o mesmo Pedro que chegou a Portugal, hoje é um Pedro mais integrado no País e no clube, é um atleta que detém a melhor marca do mundo em 2018, é português e, recentemente, a IAAF decidiu que o atleta pode representar as cores nacionais a partir de 1 de agosto de 2019”, lembrou o vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica.
É um atleta de referência, pertence à elite mundial e foi com todo o gosto que terminámos este processo de renovação até 2022. O objetivo é dar continuidade à relação com o Pedro, não temos qualquer tipo de dúvida sobre a qualidade dele. Foi sempre nossa intenção prolongar contrato e há aqui um casamento perfeito”, garantiu.

“É uma grande mais-valia”

Ana Oliveira acompanhou o triplo-saltista ao programa da BTV, Em Linha, onde sublinhou o “talento, responsabilidade e gratidão” mútuos.
“É, sobretudo, muito gratificante ouvir o sentimento com que o Pedro fala do Benfica. Mostra não só talento e responsabilidade, mas também gratidão. E é recíproco. Temos, ao longo destes quase dois anos de trabalho conjunto, tentado enquadrar o Pedro o máximo possível e tem sido muito fácil, são pessoas simples e humildes [referência a Pedro Pichardo e ao pai, Jorge Pichardo]. Os maiores desafios ainda estão para vir e todos nós nos sentimos muito gratos por ele ter escolhido o nosso País e, particularmente, o Benfica. O Pedro vem de uma realidade diferente e, ainda jovem, este será o relançamento da sua carreira e ainda bem que é connosco. É uma grande mais-valia”, considerou a diretora do Projeto Olímpico.  

10 factos relevantes

  • 26 de abril de 2017 | Assina contrato com o Sport Lisboa e Benfica;
  • 1 de julho de 2017 | Alcança a melhor marca pessoal do ano (17.05 metros) no Meeting de Paris, inserido na Liga Diamante;
  • 7 de dezembro de 2017 | Atleta comunica, em conferência de Imprensa, a obtenção de nacionalidade portuguesa;
  • 18 de fevereiro de 2018 | Sagra-se Campeão Nacional de Clubes em Pista Coberta pela equipa masculina de atletismo do Benfica;
  • 4 de maio de 2018 | Torna-se detentor do recorde nacional do Triplo Salto e, até à data, da melhor marca do ano, ao saltar 17.95 metros, no Meeting de Doha, inserido na Liga Diamante, onde conquistou o primeiro lugar;
  • 6 de julho de 2018 | Conquista a medalha de prata no Meeting de Lausanne (Suíça), prova integrada na Liga Diamante, com a marca de 17.61 metros;
  • 20 de julho de 2018 | Segundo classificado na prova do Triplo Salto do meeting do Mónaco, da Liga Diamante, com 17.67 metros;
  • 22 de julho de 2018 | Sagra-se Campeão Nacional de Clubes em Pista, pela equipa masculina de atletismo do Benfica;
  • 31 de agosto de 2018 | Sagra-se campeão da Liga Diamante pela primeira vez, conquistando o título no Meeting de Bruxelas, onde saltou 17.49 metros;
  • 12 de setembro de 2018 | A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) comunica à Federação Portuguesa de Atletismo que Pedro Pichardo é elegível para representar Portugal a partir do dia 1 de agosto de 2019.
Ler Mais

O MÉRITO DE NÃO TER MEDO DE DISCUTIR

Sem medo de encarar o Bayern olhos nos olhos, o Benfica discutiu os primeiros pontos na Liga dos Campeões 2018/19, teve as suas oportunidades de golo, mas o hexacampeão alemão foi mais certeiro na finalização e saiu do Estádio da Luz (60 274 espectadores) com uma vitória (0-2).

O Bayern, com Renato Sanches a titular (estreia em 2018/19), conseguiu entrar melhor no jogo e instalar-se no meio campo ofensivo. Colheu um par de cantos e, num lance bem elaborado pela esquerda e com conclusão de qualidade de Lewandowski no interior da área, adiantou-se no marcador aos 10’: 0-1.
A partir do minuto 20, o Benfica começou a assentar o seu futebol. Mais confortável nas movimentações e nas ligações no espaço ofensivo, foi obrigando o Bayern a recolher-se e a compactar-se para vedar acessos à baliza de Neuer.
Cervi
Pela direita, o Benfica criou a primeira grande oportunidade para igualar a partida aos 28’: Salvio foi o responsável pela finalização da jogada, mas ao remate do argentino respondeu Neuer com uma estirada absolutamente decisiva, impedindo que a bola beijasse as redes germânicas.
Perante um Bayern sempre venenoso com a bola nos pés e mais ainda quando dispunha de larguezas, a equipa benfiquista soube pôr-se por cima e assumir o comando do jogo na fase final do primeiro tempo, mas faltou-lhe contundência nos últimos metros para rasgar a última linha alemã.
O primeiro sinal de perigo no segundo tempo saiu das botas de Salvio, mas o camisola 18 do Benfica, numa ação individual, não conseguiu furar pelo meio, já em cima da grande área (50').
Pizzi
Renato Sanches, em excelente plano no Bayern, arriscou um remate de meia distância sem sucesso (52') e, logo a seguir, com a equipa em posse, aplicou um dos seus esticões (54') e lançou os bávaros para um ataque rápido, num lance que o mesmo Renato haveria de terminar já na pequena área (após cruzamento de James Rodríguez na esquerda), batendo Odysseas (0-2). Após o golo, o ex-benfiquista pediu desculpa aos adeptos, que, com fair play, lhe dispensaram uma salva de palmas.
As dificuldades aumentavam, mas o Benfica não se rendeu: na sequência de um livre cobrado por Pizzi à direita, Rúben Dias, aos 60', apareceu na área para cabecear à matador, só não marcando porque Neuer voou e sacudiu para canto. Logo a seguir foi Jardel a usar a cabeça para tentar superar o guarda-redes alemão, mas a bola saiu à figura.
Gabriel
Já com Rafa e Gabriel nos lugares de Salvio e Pizzi (62'), a equipa encarnada tentou ter bola e desenhar novas soluções no relvado (fecharia o encontro com 14 remates, ao nível do que o adversário fez), mas a organização do Bayern e o seu guarda-redes opunham-se às investidas.
Zivkovic (por Gedson aos 75') também se juntou à nova fórmula ofensiva no quarto de hora final. O sérvio, aliás, teve um cabeceamento na direção do alvo, mas Neuer estava lá (83'). Nos últimos minutos, o Bayern procurou guardar a vantagem com a bola nos pés, fazendo uso de uma circulação larga e segura, mas sempre à espreita das lanças afiadas no ataque.
Ler Mais

Benfica-Bayern, jogo da 1.ª jornada do Grupo E da Liga dos Campeões no Estádio da Luz (20h00).

Benfica-Bayern, jogo da 1.ª jornada do Grupo E da Liga dos Campeões no Estádio da Luz (20h00). Acompanhe o DIRETO do encontro no MATCH CENTER do Site Oficial.


PRÉ-JOGO

Onze do Benfica: Odysseas; André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo; Fejsa, Pizzi e Gedson; Salvio, Cervi e Seferovic.

Suplentes: Svilar, Conti, Alfa Semedo, Gabriel, Zivkovic, Rafa e Castillo.

Benfica-Bayern

A antevisão de Rui Vitória

Perante o "fortíssimo" Bayern, as águias vão ter de ser poderosas a nível tático, explicou o treinador Rui Vitória na antevisão do duelo com os bávaros.
Este desafio com o hexacampeão da Alemanha é também um jogo de reencontros, trazendo à memória os dois embates dos quartos de final da Champions de 2015/16, uma eliminatória que os bávaros venceram à justa (3-2 no agregado).
"Temos de ser novamente fortes do ponto de vista tático. É aqui que tem de residir a nossa força, que é a perspicácia de saber por onde é que o adversário nos quer atacar, por onde é que temos de atacar o adversário. Isso tem de ser uma mais-valia nossa", assumiu Rui Vitória em conferência de Imprensa (ver aqui).

A antevisão de Niko Kovac

O treinador do Bayern Munique, Niko Kovac, pretende dar continuidade aos bons resultados do hexacampeão da Alemanha (atual líder isolado da Bundesliga) e arrancar a fase de grupos da Liga dos Campeões com os três pontos, mas está ciente das dificuldades que vai encontrar no Estádio da Luz.
“Fomos calorosamente recebidos, estamos num país fantástico, o tempo também fez as honras da casa… Queremos os três pontos, mas estamos tensos e nervosos”, confessou Niko Kovac na Sala de Imprensa da Luz. "O Benfica vai dificultar-nos", antecipou.

Neuer: "Odysseas é um grande talento"

Manuel Neuer, guarda-redes do Bayern, olhou para a baliza do Benfica. "Odysseas é um grande talento", considerou o titular da seleção da Alemanha na véspera do encontro.
"Obviamente que também é uma satisfação ver estes jovens talentos num palco desta envergadura como é a Liga dos Campeões. Aguardo este jogo com expectativa", revelou.
mateu-lahoz-new_thumbnail

Espanhol apita o jogo

O espanhol Mateu Lahoz, de 41 anos, foi nomeado pelo Comité de Arbitragem da UEFA para dirigir o Benfica-Bayern, na primeira jornada do Grupo E da Liga dos Campeões.
Internacional desde 2011, Mateu Lahoz vai ter como assistentes os compatriotas Pau Cebrián Devís e Roberto del Palomar. Os assistentes adicionais são Javier Estrada e Alejandro Hernandez. Na função de quarto árbitro vai estar Teodoro Sobrino.
Professor de Educação Física, o espanhol foi um dos homens do apito designados para a fase final do Campeonato do Mundo 2018. Na Rússia, Mateu Lahoz arbitrou dois jogos: Islândia-Croácia e Dinamarca-Austrália, ambos relativos à fase de grupos da competição de seleções mais importante do planeta.
Salvio

Alemães na Luz: Benfica com saldo positivo

Nesta quarta-feira, o Estádio da Luz acolhe o 22.º jogo entre o Benfica e equipas alemãs em Lisboa, sendo esta a quinta receção ao Bayern Munique. O saldo global das águias é positivo: 11 vitórias e apenas duas derrotas.
Os últimos três confrontos foram a contar para a Liga dos Campeões. Em 2014, Benfica e Bayer Leverkusen empataram a zero; em 2016, o duelo com o Bayern saldou-se num 2-2 (Raúl Jiménez e Talisca marcaram para as águias); em 2017, o Borússia Dortmund registou uma derrota por 1-0 (golo de Mitroglou).
Nené

Marca de Nené frente aos bávaros

Chegado à Luz na temporada 1968/69, Nené é um nome indelével da história do Benfica. Dos vários registos ao serviço dos encarnados, há um que poderá passar despercebido. O antigo avançado foi o primeiro jogador do Benfica a marcar ao Bayern e ainda hoje é o melhor marcador do Clube frente aos bávaros, com dois golos, curiosamente todos conseguidos em Munique.
Os golos benfiquistas ao Bayern Munique dividem-se em três nacionalidades. Para além da portuguesa por via de Nené e Dimas (fez o golo em 1995), destaque para a presença do Brasil (Valdo em 1995 e Talisca em 2016), e do México (Raúl Jiménez em 2016).
Grimaldo

Os 20 convocados do Benfica

Guarda-redes: Svilar e Odysseas;
Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Yuri Ribeiro, Jardel e André Almeida;
Médios: Fejsa, Gabriel, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Rafa, João Félix e Gedson;
Avançados: Seferovic e Castillo.
Renato Sanches

Os 21 convocados do Bayern

Guarda-redes: Neuer, Ulreich e Fruchtl;
Defesas: Sule, Hummels, Boateng, Alaba e Kimmich;
Médios: Thiago Alcántara, Javi Martínez, James Rodríguez, Goretzka, Renato Sanches e Will;
Avançados: Wagner, Lewandowski, Muller, Ribéry, Robben, Gnabry e Jeong.
Ler Mais
 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2018