© 2011\2018 Benfica Glorioso. (E PLURIBUS UNUM 1904)Benfica Glorioso

*SEJA BEM-VINDO*
SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS!!!
* E PLURIBUS UNUM *
Sou do Benfica Isso me envaidece Tenho a genica Que a qualquer engrandece Sou de um clube lutador Que na luta com fervor Nunca encontrou rival Neste nosso Portugal

Clique aqui Para Entrar No Site →
Benfica
««« BOAVISTA F x SL BENFICA SÁB 18 AGO 19h00 ««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2017\2018

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO
1 2 3 4

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV

Leitores 244
1 214
Seguir
5444
Fans
2.414
Seguir

VOO IMPARÁVEL PARA O PLAY-OFF


Exibição madura e sólida do Benfica na Turquia, cumprindo em pleno as linhas enunciadas pelo treinador Rui Vitória na antevisão do duelo com o Fenerbahçe na 3.ª eliminatória da Liga dos Campeões: defendeu quando teve de defender, atacou quando se impunha e foi à procura do golo que confirmou o apuramento para o play-off.

Na próxima eliminatória da Champions, que define as últimas entradas na fase de grupos da prova, Benfica enfrenta o PAOK, da Grécia, com a primeira mão a ter lugar no Estádio da Luz no dia 21 de agosto (terça-feira), às 20h00.
Medindo bem os terrenos que pisava, a equipa do Benfica foi fria e cerebral na abordagem à partida. Organizada e raramente permitindo espaços ao adversário turco, assumiu o controlo e até o comando dos acontecimentos, confirmando na prática a ambição anunciada de véspera em conferência de Imprensa.
Aos 26’, o golo do Benfica: numa combinação de ataque nascida na direita, Castillo recebeu na área e com um toque curto e pronto serviu o movimento de rutura de Gedson; este infiltrou-se entre os defensores, dominou o esférico e, com um toque subtil de pé direito, venceu a oposição do guarda-redes Demirel (0-1).
Fenerbahçe-Benfica
O Fenerbahçe reagiu e mostrou os dentes num remate de Elmas (32’) para boa defesa de Odysseas. No entanto, a melhor oportunidade de golo nesta fase foi criada pelo Benfica, com Ferreyra (rendeu Castillo, que estava inferiorizado fisicamente, aos 34’) a fugir nas costas da defensiva turca, descaído para a direita, e, depois de passar pelo guarda-redes, já com ângulo encurtado, a chutar às malhas laterais (43').
Já dentro do tempo de compensação (45’+1’), um cruzamento na esquerda do ataque do Fenerbahçe foi concluído de cabeça por Potuk, que empatou o desafio (1-1).
O público e a equipa turca voltaram a acreditar que poderiam discutir a passagem ao play-off da Champions. Os primeiros minutos da etapa complementar foram repartidos, mas viu-se um Benfica forte, resistente, convicto e determinado a segurar a vantagem ditada pela vitória na Luz (1-0) e pelo golo assinado por Gedson em Istambul.
Fenerbahçe-Benfica
Odysseas parou um remate de Alici (62’) e, com várias ações em contra-ataque e ataque rápido a passarem pelos pés de Gedson e Cervi (entre outros), as águias estiveram perto de apontar um segundo golo que arrumaria com qualquer vestígio de dúvidaquanto ao apuramento para a última ronda de acesso à fase de grupos.
Rui Vitória lançou Alfa Semedo no encontro aos 72’ (rendeu Salvio) e a partir desse momento os encarnados seguraram com absoluta firmeza o controlo da partida e a qualificação. A fechar, no período de tempo extra, André Almeida, no jogo 200 com o Manto Sagrado, ficou a milímetros do 1-2.
Ler Mais

PIZZI: “DEMONSTRÁMOS MUITA PERSONALIDADE”

O Benfica empatou no terreno do Fenerbahçe (1-1) e carimbou o passaporte para a próxima fase da Liga dos Campeões. Pizzi destacou a qualidade da exibição encarnada, perante um “adversário muito difícil”.

“A verdade é que nós estávamos preparados para este jogo, sobretudo para o ambiente que os adeptos do Fenerbahce fazem, e controlámos, desde o primeiro momento, a eliminatória. Sentimos que o jogo estava para nós e fizemos o golo. Nos últimos cinco minutos da primeira parte eles estiveram um bocadinho melhor e marcaram, mas nós continuámos fortes e, por isso, acabámos por passar a eliminatória”, analisou o internacional português.
“Ao longo destes jogos temos vindo a crescer e a evoluir, o que é normal porque estamos no início da época, há sempre coisas a melhorar. Hoje foi um excelente jogo da nossa parte, um jogo de Liga dos Campeões, em que tem de se ter muita cabeça e muita personalidade, ter bola, saber controlar os tempos do jogo, e acho que foi isso que fizemos. Tivemos pela frente um adversário muito difícil, num ambiente complicado e acho que a nossa equipa está de parabéns porque demonstrou acima de tudo muita personalidade”, destacou.
Fenerbahçe-Benfica
Foi aos 26 minutos, num lance de entendimento com Castillo, que Gedson rematou com precisão para o fundo das redes da baliza turca. Um golo que demonstra, segundo Pizzi, o sucesso da forte aposta na formação.
“É uma alegria enorme. Todos os jovens que estão na equipa B têm vindo a trabalhar muito bem, o Benfica está a apostar cada vez mais na formação e é um bom sinal. Estamos todos muito felizes, não só pelo Gedson, mas por todos os jogadores jovens que temos com qualidade no nosso plantel”, reforçou.
Ultrapassado o Fenerbahçe, segue-se mais um teste frente aos gregos do PAOK no play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.
“Agora o mais importante é descansar, pensar já no jogo com o Boavista – que também vai ser um encontro complicado, contra uma excelente equipa – e depois, mais para a frente, pensaremos no PAOK e nessa eliminatória”, afirmou o camisola 21.  
Depois de ter sido apontado a vários clubes europeus, Pizzi garante que está “muito feliz nesta casa”, onde tem “contrato até 2022”.
“Sempre fui muito acarinhado por toda a gente e obviamente que o meu desejo é ficar aqui”, assegurou.
Ler Mais

REENCONTRO COM O PAOK QUATRO ANOS DEPOIS


O PAOK é o adversário do Benfica no play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. O conjunto de Salónica ultrapassou o Spartak Moscovo na 3.ª ronda preliminar da prova.

O play-off vai ser a terceira eliminatória discutida entre os dois emblemas. Em 1999/2000, na Taça UEFA, o Benfica derrotou o PAOK na Grécia (1-2), perdeu pelo mesmo resultado na Luz, mas foi mais forte nas grandes penalidades (4-1) e seguiu em frente. Em 2013/14, nos 1/16 final da Liga Europa, as águias venceram em casa, por 3-0 e 0-1 em Salónica.
empate a zero na segunda mão na capital russa foi suficiente para o conjunto grego garantir o duelo a duas mãos com o Benfica. No jogo da primeira mão, no Estádio Toumba, o PAOK venceu, por 3-2, depois de ter estado a perder, por 0-2.
Os gregos tiveram de jogar a 2.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões frente ao Basileia, a quem venceu os dois jogos (2-1 em Salónica e 0-3 em Basileia).
Para chegar ao play-off, por sua vez, o Benfica deixou para trás o Fenerbahçe. Cervi marcou no Estádio da Luz (1-0). Em Istambul bastou o empate a uma bola. O tento dos encarnados no Estádio Sükrü Sracoglu foi da autoria de Gedson.
A primeira mão do play-off joga-se na Luz a 21 de agosto, às 20h00 e a segunda mão tem lugar em Salónica a 29 do mesmo mês
Os bilhetes para a partida da primeira mão do play-off estão disponíveis a partir de 5.ª feira, às 10h00, nos locais habituais: Casas Benfica, Official Stores Estádio, Colombo, Baixa e Jardim do Regedor, e ainda Official Outlet Strada e Site Oficial do Clube.
Os detentores de RED Pass têm os seus lugares assegurados até sábado, dia 18 de agosto, inclusive, sendo que devem proceder à aquisição do mesmo nas bilheteiras do Estádio da Luz, nas Casas do Benfica, nas Casas Benfica, Official Stores Estádio, Colombo, Baixa e Jardim do Regedor, e ainda Official Outlet Strada.
Ler Mais

BENFICA ELIMINA FENERBAHÇE E MARCA ENCONTRO COM O PAOK (1-1)

O Benfica empatou a uma bola com o Fenerbahçe, na segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Os encarnados traziam uma vantagem de 1-0 da primeira mão.

No estádio Sukru Saraçoglu, foi o Benfica a primeira equipa a fazer mexer o marcador. Gedson (26’) aproveitou uma combinação com Castillo e isolado perante Demirel não falhou. Um cabeceamento de Potuk (45’) ainda deu alguma esperança ao Fenerbahçe, mas o marcador não se mexeu mais até ao final da partida.

Com esta vitória, o Benfica assegurou a presença no play-off da Liga dos Campeões, onde vai defrontar o PAOK de Vierinha. Os gregos eliminaram o Spartak Moscovo.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: "VAMOS ATRÁS DO GOLO"

O Benfica está em Istambul com o propósito de rematar a seu contento a história da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Em vantagem (triunfouna Luz por 1-0), a equipa benfiquista aposta na determinação e na coragem para marcar golos na Turquia e fortalecer-se no duelo com o Fenerbahçe, como sustentou o treinador Rui Vitória.

Após o treino de ambientação ao relvado do Estádio Sükrü Saracoglu, o comandante do plantel das águias lançou a partida com os turcos numa Sala de Imprensa bem preenchida.
A vantagem que o Benfica conquistou em Lisboa pode alterar a forma de jogar de alguma das equipas?
Passou um jogo na eliminatória e ficámos em vantagem no marcador. Amanhã [terça-feira] teremos um jogo com uma história diferente do da semana passada. Vamos enfrentar uma equipa difícil, que vai jogar no seu estádio. Vamos à procura do nosso golo. Acreditamos que esta é a forma de passar a eliminatória. Sabemos que vamos ter um adversário que nos vai querer encostar mais atrás, mas temos de ser determinados e corajosos. A minha equipa tem uma forma muito característica de jogar e vai tentar pô-la em campo. Quando tivermos de defender, defenderemos; quando tivermos de atacar, atacaremos.
Rui Vitória
Este jogo é ainda mais importante para o Benfica pelo facto de poder abrir as portas da Liga dos Campeões, embora ainda haja um play-off até à fase de grupos?
Para o Benfica, todos os jogos são importantes. Queremos ganhar esta eliminatória e continuar este início de época vitorioso. Estou a trabalhar num grande clube. Quem está aqui sujeita-se sempre ao risco inerente à vontade de ganhar constantemente. Ganhar muitas vezes dá muito trabalho. Gosto e quero é disto, faço isto com muita paixão. Sinto um grande prazer e orgulho por fazer aquilo que faço. É um jogo como muitos que o Benfica já fez e como muitos que irá fazer. Quando disputamos qualquer eliminatória, é para vencer. A exigência no Benfica é máxima. Seja com que adversário for, queremos sempre vencer.
O Fenerbahçe está em desvantagem. Era bom que jogasse com linhas subidas ou que se mantivesse atrás, fechadinho, à procura do contra-ataque?
Jogar fechadinho e em contra-ataque não me parece que seja o que o treinador do Fenerbahçe quererá. Está a jogar em casa e vai ter de ir à procura de virar a eliminatória. Esperamos um adversário que quererá atacar. Estamos a falar de uma equipa de qualidade, com muitos internacionais. Estamos em vantagem, mas vamos à procura de vencer, de marcar golos, porque isso pode fazer toda a diferença, porque o Fenerbahçe não marcou lá. De certeza que vamos ter oportunidades.
Rui Vitória
No que diz respeito às hipóteses de qualificação, que percentagem atribui a cada uma das equipas?
A este nível essa questão da percentagem não se coloca. São duas equipa fortes em jogo. O Fenerbahçe tem muitos internacionais, nós temos alguns jogadores mais jovens, mas também já com muita experiência a jogar a Liga dos Campeões, em estádios com ambientes mais intensos. O nosso Estádio tem sempre para cima de 50/60 mil pessoas. Se amanhã [terça-feira] ficar 3-3 [como há duas épocas com o Besiktas], vamos satisfeitos. Eu comprava já esse resultado. Mas atenção: vamos jogar para ganhar, respeitando o adversário.
Jonas já confirmou que vai continuar no Benfica. Que comentário lhe merece este desfecho?
Jonas não está presente [nesta convocatória]. É um jogador que não fez uma pré-temporada como queríamos devido a várias circunstâncias, fundamentalmente fruto de algum problema relacionado com lesões. Agora que o contexto contratual estava resolvido, lesionou-se no treino antes de virmos. Vamos olhar para o jogo com uma visão coletiva, como sempre, onde todos os jogadores estão prontos para dar respostas. Tem sido assim e é assim que vai continuar a ser.
Ler Mais

FALSA DENÚNCIA ANÓNIMA

1. A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD esclarece que são totalmente falsos os factos citados na notícia hoje publicada pelo Jornal de Notícias sob o título “Benfica suspeito de prometer 10 mil euros para vencer o FC Porto”, feita com base, segundo a mesma notícia, numa denúncia anónima.

2. Reafirmamos de forma inequívoca que nenhum dirigente do Clube cometeu qualquer ilegalidade ou fez qualquer contacto para oferecer qualquer tipo de incentivo ou vantagem nesse citado jogo, ou em qualquer outro jogo a jogadores de outros clubes.
3. Esclareça-se que nunca o Sport Lisboa e Benfica, nem nenhum dos seus dirigentes ou agente desportivo do Clube, foi confrontado ou sequer ouvido sobre o tema que consta na referida notícia.
4. A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD reafirma a sua serenidade sobre esta matéria, tanto mais que foi por sua iniciativa que solicitou às entidades competentes uma investigação rigorosa a todos os jogos realizados nas últimas 5 épocas.
5. Lamentamos, por fim, assistir à forma sistemática como um título reputado como o Jornal de Notícias se tem transformado neste último ano e meio num instrumento permanente da estratégia de comunicação do FCP, facto percetível até pela promiscuidade existente entre jornalistas com cargos de direção editorial do referido jornal, que não se eximiram de exibir a sua presença e participação nos festejos mais privados do staff do referido clube, no título conquistado na última época. Felizmente uma instrumentalização e promiscuidade sem paralelo nos media nacionais.
Ler Mais

CONVOCADOS DO BENFICA PARA VIAGEM À TURQUIA

Rui Vitória, treinador do Benfica, convocou 21 jogadores para o jogo com o Fenerbahçe, relativo à 2.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O início do desafio está marcado para as 21h00 (19h00 em Portugal Continental) de terça-feira em Istambul, Turquia.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Svilar, Varela e Odysseas;
Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Yuri Ribeiro, Jardel e André Almeida;
Médios: Fejsa, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Samaris, Rafa, João Félix e Gedson;
Avançados: Ferreyra e Castillo.
Ler Mais

HORÁRIOS DAS 2.ª E 3.ª JORNADAS DA II LIGA

A Liga Portugal já revelou os horários das 2.ª e 3.ª jornadas da Ledman LigaPro, nas quais o Benfica B enfrenta o Arouca (fora) e o Mafra em casa, respetivamente.

Arouca-Benfica B está marcado para as 11h15 de 19 de agosto; o Benfica B-Mafraarranca às 18h00 no dia 26 de agosto.
Na ronda inaugural, o Benfica B recebeu e bateu, no Caixa Futebol Campus, o Leixões, por 2-1.
Ler Mais

ANDRÉ ALMEIDA: “NO BENFICA NÃO HÁ DISTINÇÃO ENTRE MIÚDOS E GRAÚDOS”

Aos 27 anos, André Almeida é um dos mais experientes do plantel liderado por Rui Vitória e um dos percursores da Mística do Benfica. Numa entrevista ao semanário “Expresso” conta como preferiu o futebol ao atletismo, fala da relação de proximidade e união que existe na família biológica e no seio da Família Benfiquista, recorda os colegas mais criativos com a bola nos pés entre outros temas.


A entrar na 8.ª época de águia ao peito, o defesa-direito estreou-se nesta edição da Liga NOS com uma assistência para o hat-trick de Pizzi no triunfo desta sexta-feira diante do V. Guimarães, por 3-2.
SURGIMENTO DO FUTEBOL
“Foi mais uma brincadeira do meu pai e do meu avô. Eu estava muito ligado ao atletismo, era o desporto que praticava na zona em que vivia. O meu pai era muito ligado ao futebol, era treinador. Achou por bem levar-me, comecei a gostar e como os meus amigos também participavam… era no Loures, comecei a gostar e fui ficando.”
OS “ESPINHOS” DO FUTEBOL QUE A AVÓ VÊ
“Quando se quer atingir bons patamares, temos de abdicar de algumas coisas. Temos de nos deitar cedo, levantar cedo, ter uma boa alimentação… Para chegar a um nível top, temos de ter tudo top: alimentação, horários, regras… Temos de abdicar de certas coisas. Acho que é nisso que ela fala.”
André Almeida
O “AGRADECIMENTO” NA IDA A FÁTIMA
“Foi uma coisa que fui pensando no final do Campeonato. Tem-me ajudado muito na minha carreira, não tenho tido lesões muito graves. Tenho a oportunidade de estar há oito épocas neste Clube, que é o melhor português. Estou feliz, estou na minha cidade. Está tudo bem com a minha família, as minhas sobrinhas. Sinto-me grato pela vida que me tem dado e achei que devia agradecer dessa forma, com um esforço meu.”
“Estive bem. Fui com um amigo que faz triatlo e com outro senhor que me ajudou porque já conhece o caminho. Correu bastante bem. Pensava que ia ser mais duro.”
CRESCIMENTO NAS DERROTAS
A derrota ajuda-nos a crescer se soubermos reagir. É uma das formas de crescer. Nas finais da Liga Europa, por exemplo, só as perde quem as joga. Agora, descer de Divisão é um momento complicado tanto para o clube como individualmente. Estava a crescer, era um ano de adaptação ao futebol sénior. Ajuda-nos a crescer e a ver as coisas de outra maneira. Se não trabalharmos e nos continuarmos a aplicar, não vamos chegar onde pretendemos. Vamos sempre passar por momentos de dificuldade. Mesmo quando ganhamos, passamos dificuldades. Todos os dias é um desafio novo. No futebol é assim! Temos de estar sempre bem, porque ao teu lado está um jogador a trabalhar e se não te aplicares, entra outro. Já me aconteceu várias vezes, um colega meu lesionar-se e eu tinha de estar pronto para poder corresponder da melhor forma.”
André Almeida
OS JOVENS NA “FAMÍLIA” BENFICA
“Acho que, pelo menos aqui, já mudou muito essa mentalidade. Quando cheguei ao futebol era mais dessa maneira. Era mais difícil um jovem chegar ao plantel principal e impor-se. Somos vistos todos de igual, o ambiente é muito bom. No Benfica não fazemos a distinção se são miúdos ou se são graúdos. A palavra ‘Família’ adequa-se bem.
A ESTREIA COMO PROFISSIONAL
“O Jaime Pacheco era engraçado. Lembro-me de ele falar comigo durante a semana. Comigo e com o Pelé. Disse-nos que estávamos bem, que éramos atrevidos. Na altura estávamos a perder com o Marítimo e ele disse: ‘Desfruta deste momento. Vais ter muitos ao longo da tua carreira’. E assim foi.”
LATERAL OU MÉDIO
Gosto de participar no jogo. Agora vejo-me como lateral. Já há muito tempo que não jogo a médio, mas se tiver de desempenhar essa função… Antes era médio e adaptei-me a lateral. Acho que tenho essa forma híbrida de jogar e adapto-me bem ao jogo.”
LATERAIS “VALORIZADOS”
“Agora, com as saídas para o ataque a três, privilegia-se a integração dos laterais no futebol ofensivo. Defensivamente também, porque apanhamos sempre os melhores jogadores da equipa adversária. É uma posição delicada e somos mais valorizados por isso.”
André Almeida
UM LATERAL E OS SEUS PRINCÍPIOS
“Sempre fui muito ligado ao processo tático e acho que um lateral, acima de tudo, tem de defender bem. Só depois é que deve pensar em atacar bem. Primeiro sou defesa, depois é que sou lateral. Se não, seria extremo. Conhecer bem o processo defensivo é meio caminho para estar bem posicionado para atacar. Depois, podemos ou não ter essa capacidade.”
A COMPETITIVIDADE
“A parte boa de estar num clube de topo é que há sempre competitividade e isso ajuda-nos a crescer. Quanto maior for a competitividade, mais vou crescer e mais vai crescer o Clube.”
A SELEÇÃO E O MUNDIAL 2014
“Tenho, pelo menos, uma camisola de todos os jogos. Na Seleção temos direito a duas e eu tenho uma de cada jogo feito ao serviço da Seleção Nacional.”
“Na altura do Mundial, quando saiu a convocatória, foi a loucura lá em casa. A minha mãe, o meu pai… tudo a chorar. Foi um momento especial.”
“Custou-me muito. Não queria nada sair. Tenho a ideia que me aleijei a fazer um carrinho e não queria sair, queria ajudar a equipa a continuar em prova. Ao intervalo, quando os médicos me disseram que era melhor sair para não agravar a lesão custou-me muito e fiquei no balneário, muito triste. Queria continuar a jogar, era um momento especial, estava no Mundial a representar o meu País. Sou muito assim também na minha vida. Não gosto de desistir.”
André Almeida
CHOURIÇO OU CHOCOLATE
“Nem chouriço, nem chocolate. Sinceramente, eu tentei mesmo rematar à baliza. Agora, se me perguntas se queria colocar a bola exatamente naquele sítio? Não! O meu objetivo era colocar a bola no primeiro poste. A bola saiu perfeita e entrou. Fico feliz pelo golo e por ter ajudado a equipa. Não mais do que isso.”
OS COLEGAS CRIATIVOS
“Tenho muitos. O Aimar e o Saviola brincavam com a bola. O Jonas pára o relógio e faz coisas que ninguém está à espera. O Pizzi também tira uns coelhos da cartola. Tenho muitos.”
Ler Mais

ÁRBITRO ESLOVENO NO FENERBAHÇE-BENFICA

O juiz da Eslovénia, Slavko Vinčić,vai ser o árbitro do Fenerbahçe-Benfica, referente à 2.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Champions.

Slavko Vinčić vai ter Tomaž Klančnik e Andraž Kovacic como árbitros assistentes e Roberto Ponis como 4.º árbitro.
Esta vai ser a primeira vez que o esloveno de 38 anos vai apitar um desafio do SL Benfica.
O Fenerbahçe-Benfica tem o apito inicial agendado para as 19h00 de terça-feira, dia 14 de agosto, em Istambul.
Ler Mais

FENERBAHÇE-BENFICA: PROGRAMA PARA A IMPRENSA

Já se conhecem os programas de Imprensa do Benfica e do Fenerbahçe que antecedem o jogo da segunda mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O Fenerbahçe-Benfica está marcado para terça-feira, dia 14 de agosto, às 21h00(19h00 em Portugal continental), no Estádio Sükrü Saracoglu.

PROGRAMA DO SPORT LISBOA E BENFICA

DOMINGO
  • 10h00 | Treino no Caixa Futebol Campus, à porta fechada
  • 20h30 | Partida do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, rumo a Istambul
2.ª FEIRA
  • 18h00* | Treino no Estádio Sükrü Saracoglu, aberto nos primeiros 15 minutos à Comunicação Social
  • 19h30* | Conferência de Imprensa do treinador Rui Vitória e de um jogador

PROGRAMA DO FENERBAHÇE

2.ª FEIRA
  • 19h15* | Treino
  • 20h30* | Conferência de Imprensa do treinador Phillip Cocu e de um jogador
* menos duas horas em Portugal continental
Ler Mais

LUÍS FILIPE VIEIRA: "ÓTIMA ALEGRIA PARA OS BENFIQUISTAS"

Na primeira pessoa, Jonas confirmou neste sábado que o seu futuro escreve-se no presente e com as cores das últimas quatro épocas: o Pistolas vai continuar a envergar o Manto Sagrado. "Uma ótima alegria para os Benfiquistas", afirmou o Presidente Luís Filipe Vieira, em declarações exclusivas.

"A continuidade de Jonas é uma ótima alegria para todos os benfiquistas. Tal como disse, desde o início que tudo fizemos para que ele continuasse connosco. E isso muito pesou na sua decisão", sublinhou o líder do Benfica.
Ler Mais

JONAS: "ESCUTEI MUITO O PRESIDENTE E FICO NO BENFICA, É A MINHA CASA!"

Em quatro épocas com o Manto Sagrado vestido, Jonas apontou 122 golos. Já é o segundo melhor marcador estrangeiro de sempre do Benfica, mas o fim da sua história no Clube está ainda muito longe de ser uma realidade.

O Pistolas continua de águia ao peito, com "muita alegria" e uma vontade imensa de acrescentar capítulos feitos de golos, assistências e conquistas no Benfica, como confessa em entrevista exclusiva.
Nestas declarações, Jonas explica que a conversa que teve com Luís Filipe Vieira, que lhe falou como Presidente e ainda como um pai, amigo e adepto do Clube, foi "fundamental para permanecer" no Benfica.

Jonas, pelo muito que se tem falado nas últimas semanas, a pergunta que se impõe é: vai continuar no Benfica?
Sim! Ficarei no Benfica, com muita alegria como nos anos anteriores. Estou muito feliz por ter tomado esta decisão, e convicto de que foi a melhor decisão para mim, para todos os Benfiquistas, para o Clube e todo o staff. É isso neste momento.
O que o fez decidir ficar? Foi uma escolha difícil?
Muitas coisas fizeram com que eu pudesse permanecer aqui. Conversei muito com os meus familiares, conversei muito com as pessoas que estão no staff do Benfica. Todos me mostraram que o melhor caminho era esse: como eu estou feliz aqui, como os anos anteriores têm corrido muito bem para todos... A minha felicidade está aqui. Então decidi continuar feliz e permanecer neste Clube que eu amo tanto.
Esteve reunido com o Presidente? Que conversas teve? Foi importante também?
Foi muito importante. O Presidente, como figura principal deste Clube, conversou muito comigo, com os meus irmãos, com a minha família toda. Primeiro como Presidente, segundo como pai, terceiro como amigo, quarto como um sócio torcedor do Benfica. Deu-me muitas opiniões dele, escutei-o muito e disse-me que o melhor caminho era a minha permanência. Aquilo tocou-me muito, porque o Presidente tem essa relação próxima com os jogadores. E comigo nesse momento não foi diferente. Mostrou-me todo esse projeto e disse-me que não era hora de interromper. Foi isso que me tocou muito e por isso estou muito grato, desde a minha chegada e principalmente nesse momento em que se falava muito da minha permanência ou não, ele ajudou-me e foi fundamental para que eu pudesse permanecer aqui hoje.
Jonas
"A MINHA FELICIDADE ESTÁ AQUI"
E as conversas que teve com a família? Também pesou a vontade da família?
Sim, muito. Os meus pais gostam muito de Portugal, do Benfica nem se fala. Os meus irmãos, a minha mulher e a minha filha, todos estão adaptados. Todos gostam do País, principalmente do Clube e pesou muito. Hoje, os meus pais já estão com uma certa idade, a gente pensou em várias coisas, nomeadamente eles aproveitarem os últimos anos aqui. Os meus irmãos sempre tiveram a opinião de que a minha permanência aqui seria o melhor para mim. A minha mulher hoje está grávida, tenho uma filha de cinco anos. Aqui, tenho a casa toda arrumada, de quatro anos em que estou cá… Então, tudo isto pesou muito isso para que eu pudesse permanecer e confesso que não tenho dúvidas de que foi a melhor escolha.
Disse no passado, em entrevistas que deu, que queria acabar a carreira no Benfica. É isso que vai acontecer?
É isso que vai acontecer e com esta decisão estou mais convicto de que será dessa maneira… Isso tocou-me muito também, sabe? Nestes últimos dias, nestas últimas semanas, tudo aquilo que eu pensava em relação ao Benfica, tudo aquilo que eu pensava em terminar a minha carreira aqui, tudo o que eu vivi aqui e quero viver ainda mais fez com que eu pesasse muito isso. Que eu colocasse isso na balança e colocava para que o “ficar” aqui fosse o mais pesado. Eu quero terminar aqui, não será este ano, mas o projeto é esse mesmo e praticamente... Praticamente, não, vou terminar aqui a minha carreira!
Nessa reflexão que fez, também sentiu a vontade dos adeptos?
Sim, sim. Tenho só que agradecer pelas mensagens nas redes sociais, o carinho deles na rua também sempre a pedir para eu ficar. Então a gente pensa muito, a gente reflete muito sobre isso. Está a ser tão bonito esta história Jonas-Benfica e isso tocou-me muito também. Foram vários motivos e esse foi um dos que me fizeram tomar a decisão final de permanecer no Benfica.
Jonas
"AGRADEÇO TODO O CARINHO E AS MENSAGENS DOS ADEPTOS"
Não jogou os dois primeiros jogos oficiais que a equipa realizou. Como é que tem visto a performance do coletivo?
Muito bem. A pré-época já foi muito boa, de bons resultados, de boa dinâmica da equipa. Os jogadores entrando, já aos poucos adquirindo ritmo, já inseridos nesse projeto, nas ideias do treinador. Já começou na pré-época e agora esses dois jogos oficiais com duas vitórias, isso dá-nos um gás positivo para continuarmos nesse caminho de vitórias.
Preparado para chegar ao número de Óscar Cardozo, de melhor marcador estrangeiro da história do Benfica?
Eu não penso nisso nesse momento. Eu penso em fazer o meu melhor aqui, como sempre fiz nos últimos anos. Sempre quero estar na minha melhor forma, sempre quero ajudar, sempre quero fazer golos. Sempre a pensar em títulos para marcar ainda mais a nossa história no Clube. Isso eu deixo como secundário porque o principal agora são os objetivos da temporada, fazer muitos golos, ajudar e é isso que neste momento penso.
O que significa para si o Benfica?
O Benfica hoje, depois da minha família, é sem dúvida nenhuma a minha casa. A minha segunda casa, diria assim. A primeira é a minha casa com os meus familiares, a segunda é o Benfica, porque de todos clubes por onde eu passei – vou voltar a repetir tudo o que vocês já sabem –, nunca vivi o que estou a viver aqui. Então quero continuar a viver momentos maravilhosos aqui, momentos marcantes. É isso, estou muito feliz hoje, aliviado. Com uma sensação muito boa. Toda a minha família agradece ao Benfica e a todo o staff que nos deram muito apoio durante estes anos, principalmente neste momento agora para que eu pudesse permanecer aqui.
Ler Mais

PIZZI: "CONTINUAR ASSIM E AJUDAR A EQUIPA"


Há 39 anos que um jogador do Benfica não marcava três golos na ronda inaugural do Campeonato Nacional. A 29 de agosto de 1979, Nené fez um hat-trick no triunfo sobre o V. Setúbal (5-1); na noite de dia 10 de agosto de 2018, Pizzi repetiu a façanha no êxitoperante o V. Guimarães (3-2).

Benfica-V. Guimarães
"É uma felicidade enorme. Fazer golos e ajudar a equipa é sempre importante. Fazer um hat-trick, e logo no primeiro jogo do Campeonato, é um sentimento especial. Ajudei a equipa a conquistar os três pontos e os meus companheiros também me ajudaram com assistências. Estamos contentes com a vitória e por termos feito um bom jogo", assumiu Pizzi, o Man of the Match, em declarações exclusivas à BTV.
Antes de Pizzi, só um médio do Benfica tinha apontado três golos numa parte de um jogo de Campeonato: foi Mário Coluna em 1 de janeiro de 1956 (triunfo em Setúbal por 3-5). "É sempre bom ficar na história deste grande Clube. O mais importante é os golos terem ajudado a conquistar os três pontos contra uma equipa com bons jogadores. Entrámos fortes e com as ideias do míster bem assimiladas. Vínhamos preparados para um jogo difícil e fizemos um grande partida", disse o camisola 21 do Benfica, que levou para casa a bola do encontro assinada por todos os companheiros.
Pizzi faturou o seu primeiro hat-trick de águia ao peito, o segundo da carreira. "O golo é sempre o expoente máximo num jogo e para um jogador é importante. Já tinha sido uma alegria enorme marcar três golos pelo Paços de Ferreira no Dragão e voltar a repetir neste Estádio, perante estes adeptos, foi uma alegria enorme. É um sentimento indescritível, estou muito feliz", comentou o médio-ofensivo.
Falando sobre o seu rendimento, Pizzi afirmou que se sente com muita confiança e "vontade de dar ainda mais alegrias" aos adeptos. "Sinto-me bastante melhor. Fizemos uma boa pré-época, preparei-me ao máximo. Estou cada vez melhor, mais confiante e com vontade de dar ainda mais alegrias aos adeptos. Quero continuar assim e ajudar a equipa com assistências e golos. É para isso que estou lá dentro. Quero continuar na senda de boas exibições", salientou.
Pizzi
Numa avaliação ao desempenho coletivo das águias no duelo com os vimaranenses, Pizzi destacou a forma como a equipa abordou o desafio. "Fizemos uma excelente partida. Entrámos fortes, com vontade de vencer. Fizemos três golos na primeira parte, controlámos no segundo tempo e na parte final deixámos o adversário acreditar um bocado, mas no geral saímos daqui com um saldo positivo. Primeira jornada, três pontos; creio que todo os benfiquistas saem contentes", disse o internacional português.

Ler Mais

SALVIO: “MERECÍAMOS TER MARCADO MAIS GOLOS”

Foi com um 3-2 que o Sport Lisboa e Benficadeu o pontapé de saída na Liga NOS. Frente ao Vitória de Guimarães, Pizzi assinou um hat-trick e colocou os encarnados a vencer, por 3-0, mas os vimaranenses acreditaram até ao fim e as águias tiveram mesmo de puxar dos galões nos 20 minutos finais.

“Estou muito feliz pela vitória! Fizemos uma grande primeira parte. Na segunda, na maior parte do tempo fizemos um grande jogo, depois, nos últimos minutos, não sei se relaxámos um pouco, mas do outro lado também esteve uma boa equipa, com bons jogadores. O importante é a vitória e quero agradecer aos adeptos que nos apoiaram nos 90 minutos. Foi um dia muito positivo para nós”, começou por dizer Salvio, que esta noite de sexta-feira alinhou os 90 minutos da partida.
Salvio
internacional fez uma grande exibição, foi sobre ele o penálti que Douglas negou a Ferreyra, teve oportunidades para marcar e ainda foi determinante na construção dos golos encarnados.
“O Vitória acreditou até ao fim, tem uma boa equipa, contudo, pelo jogo que fizemos, pelo que trabalhámos, julgo que a equipa merecia ter marcado mais golos. Mas ganhámos e estamos contentes!”, concluiu o camisola 18 da equipa de Rui Vitória.
Nas contas da Liga NOS, segue-se a deslocação ao Bessa, agendada para as 19h00 de sábado, dia 18 de agosto.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: "TIVEMOS UMA GRANDE DISPONIBILIDADE FÍSICA"

Quarta temporada de Rui Vitória à frente dos destinos do futebol do Benfica, quarto triunfo na ronda inaugural da Liga NOS. Depois de: Estoril, 4-0 (casa); Tondela, 0-2 (fora) e SC Braga, 3-1 (casa), foi a vez de o V. Guimarães sair vergado à maior força encarnada ao perder, no Estádio da Luz, por 3-2.

Na análise ao que se passou dentro das quatro linhas nos 90 minutos, o treinador elogiou a exibição dos jogadores que lidera e lamentou apenas os cinco minutos de menor concentração que resultaram os golos minhotos.
Vitória justa da melhor equipa em campo. Tivemos cinco minutos que não queríamos, de alguma desconcentração. Fizemos uma exibição muito boa e podíamos ter feito logo o quarto golo numa partida que estava arrumada. Defrontámos uma equipa de qualidade, que joga bem. Tirámos todas as referências ao V. Guimarães em termos defensivos e ofensivos e controlámos muito bem a partidaPodíamos ter feito mais golos, um deles numa grande penalidade. Fizemos uma boa primeira parte”, disse Rui Vitória.
Rui Vitoria
“Foi um jogo muito bem conseguido da nossa parte até aos 75 minutos, com o jogo completamente controlado. Tivemos uma disponibilidade física e para o jogo muito grandes. Tivemos uma circulação de bola muito rápida, procurámos as costas dos laterais… Somos seres humanos, os jogadores também são. Jogámos há três dias e posso dizer que sete dos nossos jogadores correram mais de 11 quilómetros”, acrescentou o treinador dos encarnados.
Com a vantagem de 3-0 ao intervalo, o técnico admitiu que os jogadores do Benfica poderão ter entrado para os segundos 45 minutos a pensar no encontro com o Fenerbahçe, a contar para a segunda mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.
“É evidente, por muito que possamos dizer o contrário, que se pense um pouco nisso. O jogo estava controlado. Não queria que acontecesse, nenhum treinador quer, mas compreendemos que tudo o que foi feito antes não pode ser manchado por cinco minutos. Serve de aprendizagem e para percebermos que, em competição e em alto nível, a concentração e o foco têm de ser máximos. Temos um jogo na terça-feira e agora vamos pensar nele”, apontou.
Rui Vitoria
Também as substituições operadas por Rui Vitória foram questionadas sobre se foram a pensar no desafio com o conjunto turco.
“O Cervi fez um jogo de alto nível com o Fenerbahçe. Foi para repousar um pouco e também porque tenho muitos jogadores de qualidade e com valor para jogar para além dos 18 que foram para a ficha de jogo. As opções foram minhas”, lembrou.
Instado a comentar se concorda que este sistema tático ajuda a libertar mais espaço para jogadores como Pizzi aparecerem na grande área, o técnico desvalorizou: “Em relação ao 4-3-3 não interessa quem aparece, interessa é que apareça alguém em zonas de finalização. Estou-me a lembrar no golo que surgiu do envolvimento entre o Salvio e o André [Almeida] em que colocámos cinco jogadores na área. Se falamos de 4-3-3, falamos de três avançados à partida. É claro que Pizzi fez um belíssimo jogo, fruto de movimentos de arrastamento dos nossos jogadores da frente, fundamentalmente do Ferreyra, que empurra a equipa contrária para a sua baliza e liberta espaço atrás. Mérito do Pizzi. Este é o sistema que usámos o ano passado e que é trabalhado permanentemente.”
Rui Vitoria
Rui Vitória analisou, ainda, a exibição de Ferreyra e pediu tempo para o argentino começar a faturar de águia ao peito.
“Estamos numa fase muito inicial e cada jogador tem um mundo muito próprio. Há a adaptação a uma nova realidade e a um novo Clube. Há jogadores que têm caminhos mais rápidos e outros que demoram mais um pouco. Ferreyra tem golo, como se viu num passado recente, e ele vai aparecer. É o momento e, por vezes, uma questão de confiança”, sublinhou.
Ler Mais
 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2018