Mensagens


E Pluribus Unum


  Benfica Glorioso  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  

tag foto 1 tag foto 2 tag foto 3 tag foto 4 tag foto 5 tag foto 6 tag foto 7 tag foto 8 tag foto 9 tag foto 10
E Pluribus Unum

EDIÇÃO 15 DE OUTUBRO 2021

Food

CAPA JORNAL BENFICA

É o jornal desportivo mais antigo em circulação no nosso País (desde 28 de novembro de 1942), sendo uma referência no universo do Sport Lisboa e Benfica e também no panorama do desporto nacional...

Leia mais

Luís Godinho é o árbitro do Vizela-Benfica

Imagem
  Luís Godinho, árbitro da AF Évora, foi nomeado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para apitar o Vizela-Benfica, jogo da 9.ª jornada da  Liga Bwin , às 18h00 de domingo, 24 de outubro, no Estádio Futebol Clube de Vizela. O juiz do encontro vai ter  Rui Teixeira  e  Valter Rufo  como assistentes e  Gonçalo Neves  no papel de quarto árbitro. O videoárbitro (VAR) será  Luís Ferreira , e o assistente (AVAR)  João Gonçalves .

"Olhos nos olhos" a pensar nos três pontos

Imagem
  O Benfica B recebe às 18h00 deste sábado, 23 de outubro, no Benfica Campus, a Académica. De regresso à competição, o defesa Sandro Cruz sublinha a ambição do conjunto e a vontade de somar na 9.ª jornada da  Liga 2 . "A nossa expectativa é que será um jogo complicado. Apesar da classificação,  a Académica é uma equipa muito boa e experiente na Segunda Liga . Não olhámos para a classificação, porque nesta Liga os jogos são muito competitivos e  não há favoritos . O mais importante é  encarar olhos nos olhos  e ir em busca dos três pontos,  perante os nossos adeptos e no nosso campo ", salienta o lateral-esquerdo, aos microfones da  BTV . Após o  jogo com o GD Chaves , na 7.ª jornada da Liga 2, o Benfica B encarou uma paragem de 20 dias, fator que Sandro Cruz considera não pesar no desempenho da equipa. "Não deixámos de atravessar um bom momento. A Segunda Liga permite-nos estas paragens, mas temos de o encarar de forma positiva.  Regressamos com a mesma ambição, o mesmo

Taça de Portugal: adversário do Benfica na 4.ª eliminatória

Imagem
  O sorteio realizado na Cidade do Futebol, nesta quinta-feira, determinou que o Benfica enfrentará o Paços de Ferreira na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, no Estádio da Luz. Na ronda anterior da prova-rainha, as  águias deixaram pelo caminho o Trofense , com triunfo, por  1-2 , após prolongamento; os  pacenses eliminaram o Águias do Morodal  ao venceram, fora de portas, por  0-3 . Os dois emblemas já se enfrentaram em  52 ocasiões oficiais , sendo que  cinco delas foram a contar para a Taça de Portugal . O Benfica está em clara vantagem no histórico nesta competição, com quatro vitórias e um empate. 4.ª eliminatória Jogos Benfica-P. Ferreira Vilafranquense-Mafra Vizela-CF Estrela Leça-Gil Vicente Casa Pia-Farense SC Braga-Santa Clara Sporting-Varzim Alverca-Famalicão Penafiel-Portimonense Paredes-Torreense FC Porto-Feirense Moreirense-V. Guimarães Caldas-Belenenses SAD Serpa-Estoril Praia Tondela-Leixões Rio Ave-Olhanense

«PERDEMOS 0-4 CONTRA QUEM? ACHO QUE FOI O BAYERN…»

Imagem
  Apesar da pesada derrota (0-4) sofrida na receção ao todo-poderoso Bayern Munique, Jorge Jesus elogiou a prestação dos jogadores do Benfica até ao último terço do jogo, altura em que os bávaros aceleraram e marcaram quatro golos de rajada.   «Não me sinto frustrado, quando jogas contra uma equipa desta qualidade não podes ficar frustrado, podes é perceber o que aconteceu no jogo. Durante 75 minutos, o Benfica esteve sempre no jogo e disputou-o contra uma grande equipa. Fomos inteiros até ao golo de bola parada, do Sané. Antes disso até tivemos duas grandes oportunidades, o Neuer, um dos melhores guarda-redes do mundo, tirou-nos dois golos feitos, ao Darwin e ao Diogo Gonçalves.   - Alimentámos o jogo até ao 0-1, mas a partir do segundo golo desligámos. O Gnabry entrou e mexeu muito com o Grimaldo no nosso lado esquerdo», disse, voltando a sublinhar a qualidade alemã.   «Não merecíamos ter levado quatro golos pelo jogo que fizemos, por isso saio frustrado, sim, não pelo jogo em si. Ma

«ESTÁVAMOS A FAZER UM GRANDE JOGO...»

Imagem
  Darwin Núñez era o espelho da desilusão após a derrota do Benfica com o Bayern.   «Fica um sabor amargo. O Bayern é uma grande equipa, mas no primeiro tempo e no início da segunda parte estávamos a fazer um grande jogo e criámos algumas oportunidades. Depois eles marcaram de bola parada, desconcentrámo-nos, vieram para cima e fizeram mais três golos... É um resultado que dói muito, mas temos de melhorar, pensar no próximo jogo e esquecer este», disse na  flash-interview  da Eleven Sports. O atacante uruguaio elogiou ainda Neuer - «É um excelente guarda-redes e teve mérito ao negar-me um golo na primeira parte e ainda outro na segunda parte [a Diogo Gonçalves] - e agradeceu o apoio dos adeptos. «Obrigado por nos tentarem ajudar sempre, infelizmente não conseguirmos dar-lhes uma alegria.»

«NA MAIOR PARTE DO TEMPO DEIXÁMOS UMA BOA IMAGEM»

Imagem
  André Almeida foi um dos porta-voz do Benfica após a derrota com o Bayern (0-4) na terceira jornada da fase de Grupos da Liga dos Campeões. O capitão das águias frisou a boa exibição encarnada até ao primeiro golo dos bávaros.   «O Benfica fez uma primeira parte boa, a dividir o jogo com. Tivemos, inclusive, uma oportunidade antes do golo do Sané. Depois, uma bola parada dá-lhes o -10 e a partir daí a equipa perdeu-se um bocadinho. Até aí foi um jogo bem conseguido. Na maior parte do tempo deixámos uma boa imagem, mas o resultado não espelha isso», começou por dizer na Eleven Sports.   Recuperado de uma lesão grave, o lateral-direito teve de deixar a partida devido a um problema físico.   «Foi uma lesão muscular. Ainda não fizemos exames, mas provavelmente será e depois iremos analisar e trabalhar em cima disso. Faz parte do jogo, do futebol», concluiu.

Champions: Benfica-Bayern, 0-4 (resultado final)

Imagem
    Equipa de Munique venceu o Benfica por 4-0 com golos de Sané, (autogolo) de Cebolinha e um golo da ordem de Lewandowski. Na Luz, os postes, Vlachodimos e Manuel Neuer foram evitando os golos nas duas balizas, até que um pontapé livre direto irrepreensível, cobrado por Leroy Sané aos 70 minutos, colocou o eneacampeão em vantagem. Aos 80’, após cruzamento Serge Gnabry, desvio de Everton para a própria baliza colocou o resultado em 0-2 e foi o polaco Robert Lewandowski, aos 82’, a fazer o terceiro, num autêntico descalabro encarnado. Dois minutos depois, Sané bisou e fechou o resultado em 4-0.   Depois do nulo em Kiev e do 3-0 ao Barcelona, o Benfica cede a primeira derrota na Liga dos Campeões e chega ao fim da primeira volta com quatro pontos, os mesmos do Barcelona. O Bayern, com nove, lidera e tem o apuramento encaminhado, enquanto o Dínamo Kiev, com apenas um ponto, é último classificado.

  • Postagens
  • Comentários
  • 111,654

    Visualizações
+ Seguir Blog



com o Google Friend Connect