Member

E PLURIBUS UNUM


  Benfica Glorioso  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  

Camisola Principal Benfica 23/24

tag foto 1 tag foto 2 tag foto 3 tag foto 4 tag foto 5 tag foto 6 tag foto 7 tag foto 8 tag foto 9 tag foto 10
E Pluribus Unum

EDIÇÃO DE SEXTA-FEIRA, 23 DE FEVEREIRO 2024

Não perca nenhuma Notícia Gloriosa. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.

Persistência recompensada


 

No encontro da 13.ª jornada da Liga 2, disputado neste sábado, 9 de dezembro, o Benfica B esteve em desvantagem frente ao Nacional, mas operou a reviravolta na etapa complementar e somou os três pontos (2-1).

Com uma boa moldura humana no Benfica Campus, com destaque para a presença do Presidente Rui Costa, o jogo começou mexido, com a bola a rondar as balizas.

Gerson Sousa, aos 15', esteve perto de inaugurar o marcar, valendo ao Nacional a boa defesa de Lucas França. Cauê Santos, aos 20', surgiu em boa posição, mas viu um defensor contrário negar o golo.

Não conseguiu marcar o Benfica B, conseguiu marcar a equipa visitante, num remate de Danilovic, à entrada da área (0-1, aos 22').

Benfica B-Nacional

Aos 42', João Tomé atirou rasteiro, para mais uma boa intervenção de Lucas França, guarda-redes que, já em período de compensação, defendeu uma grande penalidade cobrada por Cauê Santos, infração que castigou uma mão de Zé Gomes na bola (45'+4').

O resultado de 0-1 a favor do Nacional, um dos candidatos à subida de escalão, não espelhava aquilo que se passava no relvado, e os jogadores orientados por Nélson Veríssimo entraram em campo determinados a mudar a situação.

Logo aos 46', João Rego rematou forte e cruzado, mas viu a bola rasar o poste da baliza insular. O mesmo atleta, aos 53', voltou a estar perto do golo, na cobrança de um livre direto, mas a tentativa passou ao lado.

Quatro minutos volvidos, o Nacional ficou a jogar com 10 jogadores, fruto de um vermelho direto a Paulo Vítor, após uma entrada imprudente, em que acertou com um pé na cara de Cauê Santos (57').

Benfica

Dez minutos depois, Nuno Félix, com um remate de bandeira, esteve perto do empate, mas a bola beijou a malha superior da baliza de Lucas França.

Mas o médio haveria mesmo de conseguiu colocar a bola no fundo das redes. Jogada rendilhada, com Gilson Benchimol – entrou para o lugar de Cauê Santos, aos 63' – a dar para João Rego. Este endossou o esférico para Nuno Félix, que, na cara do guardião rival, atirou a contar (1-1, aos 77').

Dois minutos depois, Gilson Benchimol marcou, mas o golo foi anulado, por fora de jogo do avançado.

No meio de tanta infelicidade, eis uma gota de sorte, que tanto trabalho deu a conquistar ao Benfica B. Cruzamento longo de Rafael Rodrigues, e, Ulisses, na tentativa de cortar a bola, meteu-a na própria baliza (2-1, aos 84').

Até final, nota ainda para mais um cartão vermelho a um jogador do Nacional. Teodora viu dois amarelos em cinco minutos e acabou por sair mais cedo do terreno de jogo.

De realçar que Gerson Sousa foi eleito o Homem do Jogo, mas, com grande companheirismo, ofereceu o troféu a Nuno Félix.

Na próxima jornada, a 14.ª, a equipa B encarnada defronta o Tondela, também no Benfica Campus, em partida agendada para domingo, 17 de dezembro, às 15h30.

Benfica

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): "Foi uma exibição na linha do que temos vindo a fazer. Sentimos que temos falhado no detalhe, tendo em conta os jogos mais recentes. Entrámos bem, com controlo da bola e o Nacional marcou. Nunca nos desequilibrámos emocionalmente, e isso tem sido sinónimo de crescimento. Antes do intervalo, falhámos um possível golo através da grande penalidade. Os jogadores acreditaram que eram capazes de dividir o jogo e dou os parabéns aos nossos jogadores, que acreditaram ser possível sair daqui com os três pontos contra uma boa equipa. Jogar contra menos um traduz-se numa dificuldade acrescida para quem está em superioridade numérica, porque a equipa contrária não se expõe tanto e foi nesses momentos que tivemos paciência a circular a bola e chegámos ao golo com bastante mérito. A vitória fica-nos bem. O Presidente teve a gentileza de estar connosco no balneário no final do jogo. É uma presença assídua. Sabemos que o nosso Presidente acompanha constantemente todos os jogos das equipas, e a equipa B não foge a essa rotina. Como em outros momentos com a equipa B, veio expressar a satisfação pelo resultado, e pela forma como a equipa B tem jogado, mas também deu o alerta de que não podemos descansar. Temos de estar sempre vivos na abordagem aos jogos."

Benfica

Gerson Sousa (avançado do Benfica B e Homem do Jogo): "É um momento muito especial e estou feliz por ter ajudado a equipa. Foi uma grande vitória, estávamos a precisar, foi um grande jogo, muito disputado, conseguimos sair por cima e já merecíamos isto há algum tempo."

Nuno Félix (médio do Benfica B): "Foi um jogo bem conseguido da nossa parte, contra um adversário muito difícil e que está a lutar pela subida de divisão. Temos muito mérito e já merecíamos um resultado positivo há alguns jogos. Temos disputado todos os jogos, seja contra quem for, sempre com a ambição de ganhar, e finalmente conseguimos a vitória. Tivemos muito mérito, jogar contra uma equipa com menos um nem sempre é mais fácil, mas acreditámos sempre, unimo-nos, conseguimos marcar dois golos e ganhar. É sempre um orgulho enorme marcar e representar este clube, foi muito bom poder ajudar a equipa a conquistar os três pontos."

Benfica B-Nacional

Benfica B-Nacional
2-1
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica B
Kokubo, João Tomé (José Marques, 73'), Gustavo Marques, Lenny Lacroix, Rafael Rodrigues, Nuno Félix, Diogo Prioste, Gerson Sousa, João Rego (António Muanza, 81'), Pedro Santos (Gustavo Varela, 81') e Cauê Santos (Gilson Benchimol, 63')
Suplentes
Ricardo Ribeiro, João Fonseca, Francisco Domingues, António Muanza (81'), Rafael Luís, Hugo Félix, José Marques (73'), Gustavo Varela (81') e Gilson Benchimol (63')
Onze do Nacional
Lucas França, João Aurélio, Paulo Vítor, Ulisses, José Gomes, Danilovic, Luís Esteves (Teodora, 86'), Carlos Daniel (Francisco Gonçalves, 62'), Witi (Macedo, 86'), Gustavo Silva (André Sousa, 74') e Chuchu Ramirez
Suplentes
Encarnação, Macedo (86'), André Sousa (74'), Jota, Sérgio Marakis, Raimar, Francisco Gonçalves (62'), André Martins Sousa e Teodora (86')
Ao intervalo0-1
Golos
Benfica B: Nuno Félix (77') e Ulisses (84' pb); Nacional: Danilovic (22')
Boletim clínico
Pedro Souza (lesão muscular no adutor da coxa direita); Filipe Cruz (entorse do joelho esquerdo com lesão menisco-ligamentar); Adrian Bajrami (lesão muscular da coxa direita); Joshua Wynder (síndrome pubálgico); Henrique Pereira (lesão muscular na coxa direita)


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Benfica em peso com João Neves em Tavira

Foi pela margem mínima!

Liga Europa: possíveis adversários nos oitavos de final

  • Postagens
  • Comentários
  • 3812473

    Visualizações
+ Seguir Blog



com o Google Friend Connect