E Pluribus Unum 1904


  Plantel Benfica  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV  
  BTV 
  BTV  
  BTV  
tag foto 1 tag foto 2 tag foto 3 tag foto 4 tag foto 5 tag foto 6 tag foto 7 tag foto 8 tag foto 9 tag foto 10
E Pluribus Unum 1904

EDIÇÃO DE 03 DE JULHO 2020

Food

CAPA JORNAL BENFICA

É o jornal desportivo mais antigo em circulação no nosso País (desde 28 de novembro de 1942), sendo uma referência no universo do Sport Lisboa e Benfica e também no panorama do desporto nacional...

Leia mais

MAPA DO BENFICA NA LUTA PELO TÍTULO NACIONAL

Três meses depois, os jogos da Liga NOS regressam. Mesmo sem público nas bancadas, a competição reergue-se no pós-COVID e, nas 10 jornadas que restam, vai ser encontrado o Campeão Nacional de 2019/20. O Benfica recomeça e termina em casa, com cinco saídas no mapa.

O primeiro embate das águias na luta pelo Bicampeonato (e 38.º título do palmarés) é já esta quinta-feira, dia 4 de junho, às 19h15, no Estádio da Luz. O Tondela, na 25.ª jornada, é o primeiro opositor da formação mais goleadora e que tem os dois melhores marcadores do Campeonato.
Com 52 tentos em 24 jornadas (2,17 por jogo), ninguém marca tanto como o Benfica, que lidera este top da Liga NOS, seguido pelo FC Porto (50 golos) e pelo SC Braga, com 41 remates certeiros. Os encarnados, a um ponto da liderança, são a equipa que mais marca em casa (28 golos) e uma das duas que mais faturam na condição de visitante: 24 tentos.
Para esta capacidade ofensiva muito contribuem os golos de Vinícius e Pizzi. Ambos os futebolistas tinham um registo muito positivo antes da paragem.
Tops individuais
Na liderança dos goleadores da prova está Vinícius. O avançado brasileiro é um claro caso de chegar, ver e… marcar! Conta com 16 remates certeiros em 22 jogos, o que lhe confere uma média de 0,73 por encontro. Logo atrás do Homem da Pose vem Pizzi. O colega de equipa tem 14 golos e uma média de 0,58 por desafio.
Mas ao falarmos do 21 das águias, temos de falar de um jogador completo. O médio não se destaca na arte de fazer golo, mas também – e principalmente – na arte de criar para os colegas de equipa faturarem. Com oito assistências, Pizzi lidera o top de assistentes da Liga NOS. Ou seja, tem influência em 22 dos 52 golos dos encarnados na competição (42 por cento).
Em termos individuais, convém realçar, ainda, os minutos de utilização. Num plantel em que todos contam, há atletas que têm estado em modo non-stop em 2019/20 e sempre a ritmo e nível altíssimos. Entre os três mais utilizados estão dois totalistas, isto é, que jogaram todos os minutos das anteriores 24 rondas.
O defesa-central Rúben Dias e o guarda-redes Odysseas, para além de habituais titulares, nunca perderam um minuto dos 2160 de jogo na edição 2019/20 da Liga NOS. A todo o gás também tem estado Grimaldo. O lateral-esquerdo espanhol atuou em 2147 minutos. Só não é totalista por 13 minutos, por ter sido substituído aos 77’ do Benfica-Rio Ave, da 10.ª jornada.
Bruno Lage

Coletivo ofensivo e organizado

Já Aristóteles dizia que "o todo é maior do que a soma das partes". De facto, no futebol, por ser um desporto coletivo, uma equipa está sempre mais perto de vencer com um conjunto forte. Um dos exemplos dessa premissa é o Benfica 2019/20.
Para além de ser a equipa com mais golos apontados, os encarnados lideram ou constam do top 3 de vários itens coletivos, como mostra o Wyscout. O Benfica é o emblema com menos tentos concedidos, mais passes realizados, que menos faltas faz na Liga NOS e que mais pontapés de canto usufrui em média.
Ao olharmos para os três jogadores mais utilizados, vemos três homens que pertencem ao sector defensivo. Esta consistência e conhecimento entre o quinteto mais recuado (os quatro defesas e o guarda-redes) ajuda a tornar as águias a equipa com menos golos sofridos: 14. O Benfica concedeu apenas 0,58 tentos por desafio e deixa para trás o FC Porto e o Rio Ave neste item.
Tops coletivos
Indo de encontro à velha máxima "a melhor defesa é o ataque", os encarnados fazem da posse de bola uma característica do seu futebol. Quase sempre com mais de 50 por cento de posse nos seus desafios, os comandados por Bruno Lage lideram, conforme apresentado pelo Wyscout, o top 3 de passes, com 11 941 passes realizados, cerca de 461 a cada 90 minutos e um acerto de 84 por cento. Seguem-se o SC Braga (11 456) e o Sporting (11 403).
Em relação aos pontapés de canto, e analisando a média a cada 90 minutos, ninguém tem mais cantos a favor do que as águias. Lances por norma trabalhados "em laboratório" são fundamentais para ultrapassar sistemas defensivos apertados e desatar nós. O Benfica tem, em média, 6,48 pontapés de canto a favor em 90 minutos e superioriza-se neste item ao SC Braga (5,98 por jogo) e ao FC Porto (5,92 a cada jogo).
À elevada posse de bola os encarnados juntam uma pressão alta sobre o esférico e sobre o adversário. A rápida reação à perda e o ajustado posicionamento da equipa no terreno de jogo têm ajudado o Benfica a cometer poucas faltas. Segundo o Wyscout, ninguém faz menos do que os da Luz, com 317. Este top 3 completa-se com o Santa Clara, que fez 340 faltas, e com o Tondela, que parou o opositor em falta 344 vezes.

HISTÓRICO DOS 10 JOGOS EM FALTA

Tondela-Benfica
BENFICA VS TONDELA
O primeiro adversário das águias na 25.ª ronda e de retoma da Liga NOS é o Tondela. O desafio contra a turma beirã será o décimo da história, sendo que a vantagem é claramente do Benfica. Oito vitórias contra apenas uma derrota. O Estádio da Luz já foi palco de quatro desafios entre estes dois emblemas. Três vitórias e uma derrota, este foi o saldo do Clube da Luz.
No total foram marcados 11 golos em casa e foram sofridos apenas quatro. O maior triunfo na Catedral leva-nos para a época 2016/17 onde, na 18.ª jornada, Pizzi (2), Jonas e Rafa foram os autores dos tentos da goleada (4-0).
Benfica-Portimonense
PORTIMONENSE VS BENFICA
Depois da partida no Estádio da Luz, as águias deslocam-se até ao sul do País para defrontar o Portimonense às 19h15 do dia 10 de junho (quarta-feira) na 26.ª ronda. A casa do Portimonense costuma ser de boas memórias para os encarnados. Em 19 jogos realizados, o Benfica venceu 18 e perdeu apenas um. Essa derrota remonta à época transata (2018/19) e foi marcante, isto porque depois deste percalço as águias partiram para uma caminhada inabalável que terminou com a Reconquista do título, o 37.º Campeonato Nacional da história do Benfica, já com Bruno Lage como treinador.
O maior triunfo fora de portas, entre estas duas equipas, remonta à época 1980/81. Uma vitória por 1-5 com golos de Nené (2), Reinaldo, Caíca e Carlos Manuel. Relativamente a golos marcados nestas visitas ao Algarve, são 36 para o Benfica e 11 para o Portimonense.
Benfica-Rio Ave
RIO AVE VS BENFICA
De seguida novo jogo fora de portas, desta feita com a visita ao reduto do Rio Ave, na 27.ª jornada, às 21h15 de 17 de junho (quarta-feira). Embates históricos já aconteceram entre estes dois emblemas, visto que já se defrontaram em 62 ocasiões. O reduto dos vila-condenses já recebeu o Clube da Luz por 30 vezes. 19 vitórias para os benfiquistas, seis empates e cinco derrotas. Nestes jogos contaram-se 76 remates certeiros, 49 para o lado encarnado e 27 para os caxineiros.
O maior triunfo das águias no Estádio do Rio Ave foi concretizado na época de 1989/90. Um jogo da Taça de Portugal que terminou com o marcador a apontar 1-4. Magnusson (2), Vata e Samuel fizeram os golos.
Santa Clara-Benfica
BENFICA VS SANTA CLARA
O retorno do Benfica à Catedral acontece na 28.ª ronda para defrontar o Santa Clara às 19h15 do dia 23 de junho (terça-feira). Este é um dos casos em que o histórico de jogos realizados no Estádio da Luz entre estes dois emblemas favorece totalmente o anfitrião. O Benfica venceu as cinco partidas realizadas e o resultado mais amplo registou-se precisamente no ano passado, na época da Reconquista!
No último jogo da temporada 2018/19, o Glorioso aplicou uma goleada sobre os insulares (4-1) e sagrou-se Campeão no final dos 90 minutos. Seferovic (2), João Félix e Rafa foram os jogadores que colocaram o seu nome na lista dos marcadores. Quando estes dois conjuntos pisaram o relvado da Catedral foram marcados 12 golos. Dez para o Benfica e apenas dois para os açorianos.
Benfica-Marítimo
MARÍTIMO VS BENFICA
Na 29.ª jornada, os encarnados voltam a medir forças com um adversário insular. Os encarnados enfrentam o Marítimo às 18h00 de 29 de junho (segunda-feira), no Estádio do Marítimo, no Funchal. Mais um confronto histórico do principal escalão do futebol português. Na Madeira, Benfica e Marítimo já se defrontaram por 43 vezes.
Quarenta e sete por cento das vitórias, ou seja, 20 triunfos foram alcançados pelas águias. Dez vitórias para o lado madeirense e 13 empates entre ambos. Vários resultados e, obviamente, muitos golos apontados ao longo de vários anos. 108 para ser mais preciso em 43 desafios. 69 remates certeiros do Benfica perante 39 dos insulares. A maior goleada fora de casa foi alcançada na época 2008/09. Um 0-6 construído por Reyes, Suazo (2), Luisão e Nuno Gomes (2).
Vinícius
BENFICA VS BOAVISTA
A equipa benfiquista volta ao Estádio da Luz na 30.ª jornada para receber o Boavista às 21h15 do dia 4 de julho (sábado). O duelo entre águias e axadrezados será o 124.º da história. Na Catedral, o Benfica é dono e senhor da maioria das vitórias. Em 60 jogos, 43 penderam para o lado do Glorioso, registaram-se 12 empates e o Boavista conseguiu vencer por cinco ocasiões.
As redes do Estádio balançaram por 238 vezes, sendo que a maior parte dos golos (191) pertencem ao Clube da Luz. O resultado mais amplo aconteceu na temporada de 1954/55: 11-0, um score que não se vê todos os dias!
Benfica-Famalicão
FAMALICÃO VS BENFICA
visita ao Famalicão na 31.ª ronda acontece às 21h30 do dia 9 de julho (quinta-feira). O Benfica, na condição de visitante, já jogou por oito vezes com este adversário e arrecadou 62 por cento das vitórias. Cinco triunfos para as águias, dois empates e apenas uma vitória para os famalicenses.
Ao todo foram apontados 21 golos no somatório de visitas encarnadas ao reduto dos nortenhos. Dezasseis para o Benfica e cinco para o Famalicão, sendo que o maior triunfo foi de 1-5 e remonta a 1993/94. Abel Xavier, João Vieira Pinto, Isaías, Rui Águas e Vítor Paneira fizeram os golos.
VGuimaraes-Benfica
BENFICA VS V. GUIMARÃES
A receção ao Vitória de Guimarães na 32.ª jornada está aprazada para as 21h30 de 14 de julho (terça-feira). Os vimaranenses já visitaram o reduto benfiquista por 84 ocasiões, divididas entre Campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga. A maioria das vitórias pertence ao Benfica (70). Houve nove empates e o V. Guimarães triunfou por nove vezes.
Ao nível da concretização foram apontados 282 golos, 232 pelas águias e os restantes pelos vimaranenses. O maior triunfo num Benfica-V. Guimarães foi um 8-0 e esse resultado aconteceu duas vezes. Uma em 1983/84 e outra, mais distante, em 1972/73.
Benfica-CD Aves
CD AVES VS BENFICA
O jogo da 33.ª jornada está agendado para 21h15 de 21 de julho (terça-feira), no Estádio do CD Aves, um dos recintos aprovados pela Direção-Geral da Saúde para receber os jogos em falta na Liga NOS. Historicamente, o Benfica já visitou a casa dos avenses em oito ocasiões e nunca perdeu. Venceu por seis vezes e cedeu dois empates, sendo que já lá jogou em três competições: Campeonato Nacional, Taça de Portugal e na Taça da Liga.
No total, as águias lograram 19 golos e concederam seis, e o resultado mais desnivelado foi um 0-4 em 2010/11 na fase de grupos da Taça da Liga, com tentos de Javi García, Jara, Nuno Gomes e Felipe Menezes. No último jogo, na temporada transata, a contar para a 22.ª ronda da Liga NOS, o Benfica triunfou por 0-3, com tentos de Seferovic, Rafa e Ferro.
Derbi
BENFICA VS SPORTING
O dérbi dos dérbis fecha a edição 2019/20 da Liga NOS, no Estádio da Luz. Ainda sem horário definido, a 34.ª jornada deverá acontecer no fim de semana de 25 e 26 de julho. Entre os dois emblemas de Lisboa já se jogaram 85 desafios na casa dos encarnados a contar para o Campeonato Nacional. As águias totalizam 46 vitórias, tendo-se registado 24 empates.
Também nos golos, o Benfica leva a melhor: 168 marcados, 107 sofridos. As vitórias mais expressivas dos benfiquistas em casa foram três 5-0 em 1939/40 (Campeonato de Lisboa), em 1978/79 (Campeonato Nacional) e em 1985/86 (Taça de Portugal) e um 7-2 em 1945/46 (Campeonato Nacional).


Widget posts recentes
Receba Noticias via Email

Gostou da Notícia? Então Partilhe com os amigos.

 facebook  twitter  pinterest  likedin

Comentários

  • Postagens
  • Comentários
  • 111,654

    Visualizações
+ Seguir Blog



com o Google Friend Connect