««« AJAX x SL BENFICA TER 23 OUT 20h00 LIGA DOS CAMPEÕES ««« CF BELENENSES x SL BENFICA SÁB 27 OUT 20h30 ««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2017\2018

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
Some alt text
BTV

Leitores 244
1 214
Seguir
5444
Fans
2.414
Seguir

Tabela classificativa

OBRIGADO, CAPITÃO! – PARTE 2

terça-feira, 25 de setembro de 2018



Sport Luisão e Benfica. Os dedos ganham vida sobre o teclado e reúnem aquelas quatro palavras para sintetizar o lendário percurso de Luisão, jogador cuja carreira, que nesta data termina, se confunde e mistura com a história do Sport Lisboa e Benfica.

Foram 15 anos a vestir e a defender o Manto Sagrado nos estádios nacionais e internacionais. O primeiro dos 538 jogos em que participou (sempre como titular!!!) data de 14 de setembro de 2003. Luisão tinha 22 anos e alinhou no Benfica-Belenenses (3-3), da 4.ª jornada do Campeonato, realizado no Jamor – o novo Estádio da Luz estava então quase a nascer. O central perfumou a estreia com um golo (atingiria 47, no total).
Gráfico golos de Luisão
Fruto de muito trabalho, empenho, dedicação, persistência, entrega e compromisso, Ânderson Luís da Silva, o Girafa, tocou o céu com as cores do Benfica: despede-se dos relvados, aos 37 anos, como jogador mais titulado de sempre das águias (20 troféus). A Taça de Portugal de 2003/04, época em que se iniciou na Luz, inaugurou a extensa lista de sucessos, que mostra 6 Campeonatos Nacionaisna primeira linha das conquistas.
Gráfico jogos de Luisão
Com registos ímpares, Luisão tornou-se o benfiquista que mais vezes envergou a braçadeira de capitão (414 jogos!), ultrapassando lendas como Mário Coluna e Nené. Além disso, fechou o seu ciclo como segundo jogador com mais presenças de águia ao peito (538), figurando num restrito lote de quatro nomes que representaram o Clube em mais de meio milhar de partidas. O camisola 4 conseguiu também ser o futebolista com mais jogos por uma equipa portuguesa nas competições da UEFA.
A utilização do ex-internacional brasileiro até podia ser mais ampla e quem sabe permitir-lhe discutir o primeiro lugar deste ranking com Nené (578), não fossem alguns "acidentes" físicos como, entre outros de menor gravidade, um braço partido nos últimos dias de novembro de 2015, uma lesão que o afastaria de muitos desafios.
Nas primeiras declarações que prestou ao Jornal O Benfica em setembro de 2003, Luisão assumiu ao que vinha: “Quero fazer história no Benfica!” Cumpriu com formidável distinção!
Luisão e Benfica

Primeiro adversário no aeroporto

Sob orientação de José Antonio Camacho, Luisão estreou-se oficialmente pelo Benfica num duelo com o Belenenses, mas o primeiro obstáculo que o jogador, então com 22 anos, teve de enfrentar e contornar em solo português foi a burocracia.
Na tarde de 22 de agosto de 2003, após viagem proveniente do Brasil e aterragem em Lisboa, o central ficou retido na alfândega durante cerca de duas horas devido a pormenores relacionados com o visto.
Resolvido o problema, o defesa gigante que chegava do conceituado Cruzeiro, de Belo Horizonte, encarou o batalhão de jornalistas que o aguardava no aeroporto da capital. Com cachecol e boné à Benfica, confessou-se "muito feliz" com o passo que dava na carreira. Estava pronto para começar a fazer história.
Luisão e Benfica

Trabalhar mais, porque nada foi fácil

"Nada foi fácil", disse e repetiu Luisão em diferentes fases do seu trajeto no Benfica, iniciado em 2003/04, sempre que desafiado pelos jornalistas a recordar como tudo aconteceu, a relembrar a forma como se impôs e foi criando raízes indestrutíveis no Clube.
Com mais de 1,90 m de altura, o brasileiro depressa impressionou os companheiros pela estampa física, tal como teve impacto a vontade logo manifestada de aprender com todos e conhecer tudo acerca do Clube. Porém, pequenos problemas físicos complicaram-lhe a progressão com o Manto Sagrado nos primeiros tempos em Portugal.
"Saí do Brasil já na seleção brasileira, com um título de campeão brasileiro no Cruzeiro e com outros títulos, e até campeão na seleção. A minha ideia era chegar até aqui com aquela confiança toda e afirmar-me, mas, infelizmente, eu era muito novo também, cheguei sozinho e também as lesões que tive atrapalharam um pouco", reconheceria numa entrevista.
"Muitas vezes eu estava a recuperar de lesões e o Camacho dizia-me que eu tinha de voltar, nem que fosse um bocadinho antes, porque ele contava comigo dentro de campo, mesmo com as limitações que eu tinha… e isso não chega até ao torcedor! Os adeptos e a Imprensa cobravam-me de uma forma… mas eu não estava a cem por cento. Trabalhei mais ainda e tudo mudou", revelou o defesa, que terminaria a temporada 2003/04 como elemento indiscutível e a celebrar a vitória na Taça de Portugal (2-1 frente ao FC Porto).
Luisão sabia estar, fazer, dizer e motivar. Aos olhos de todos, estava ali um líder. Assumir a capitania da equipa seria uma questão de tempo.
Luisão e Benfica

O rei dos capitães

26 de abril de 2015, domingo de clássico no Estádio da Luz. Para lá da ancestral rivalidade, este Benfica-FC Porto opunha os dois primeiros classificados e podia valer um campeonato. Mas havia outro detalhe histórico no enredo: jogando, Luisão ultrapassaria Mário Coluna, o Monstro Sagrado, e passaria a ser o jogador das águias com mais partidas no currículo como capitão de equipa.
O Girafa entrou no onze, claro, e suplantou uma linha que muitos julgavam inalcançável: 329 jogos a capitanear, um registo que o defesa alongaria até 414 partidas. O fim de tarde na Catedral foi duplamente festivo: pela marca atingida pelo camisola 4, a quem a braçadeira começou a ser confiada por Ronald Koeman em 2005/06, e pelo resultado (0-0) que favorecia a campanha dos encarnados rumo ao título nacional.
Luisão e Benfica

Lágrimas e o "arrepio" do que é ser Benfiquista

Luisão sempre impôs respeito. Pela personalidade, pelo profissionalismo e capacidade de liderança, mas também pela voz grossa e contundente. Criou fácil e rapidamente uma imagem de rochedo impenetrável ao longo do tempo, em particular no terreno de jogo. Fora das quatro linhas, no recato do grupo de trabalho, como sucedeu na noite (14 de fevereiro de 2017) em que completou 500 jogoscom o Manto Sagrado, a faceta sentimental também foi exposta.
Naquela ocasião, depois de agraciado por todo o plantel no balneário pelo fantástico número atingido perante o Borússia Dortmund (1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões), Luisão foi incapaz de desfazer o nó que de súbito lhe apertou a garganta e o fez chorar de emoção.
Luisão e Benfica
Os sentimentos estavam num turbilhão e não era caso para menos: o Girafa acabara de fazer meio milhar de jogos de águia ao peito (309 na I Liga, 64 na Liga dos Campeões, 58 na Liga Europa, 40 na Taça de Portugal, 24 na Taça da Liga e cinco na Supertaça). Seguia então no encalço de Mário Coluna (518), António Veloso (535) e Nené (578). Haveria de realizar 538 partidas até anunciar o fim da carreira na Luz, subindo à segunda posição neste ranking histórico.
Volvidos dois dias sobre a partida com os germânicos, o jogador foi homenageado na Sala dos Campeões Europeus do Estádio da Luz, num evento que juntou várias figuras que contribuíram na construção da Mística do Benfica. A cereja foi colocada no topo do bolo pelo Presidente Luís Filipe Vieira, que aproveitou a reunião benfiquista para anunciar a renovação de contrato do capitão.
"A cada jogo sinto aquele arrepio do que é ser Benfiquista, da Mística, do que se sente aqui. O Benfica é a minha casa, a minha família", enfatizou o jogador.
Luisão e Benfica

O mais titulado de sempre

Aos 36 anos, Luisão acrescentou uma página de ouro a um historial recheadíssimo no Benfica: o triunfo por 3-1 sobre o V. Guimarães na Supertaça disputada no dia 5 de agosto de 2017, em Aveiro, fez do central o jogador com mais troféus oficiais ganhos em representação do emblema da águia.
Na abertura da 15.ª temporada nos encarnados, o brasileiro comemorou a 20.ª conquista, escalando assim para o primeiro lugar da galeria dos jogadores titulados no Clube, à frente de Nené (19) e Mário Coluna (18).
Luisão e Benfica

As conquistas

TROFÉUS
ÉPOCAS
6 Campeonatos
2004/05, 2009/10, 2013/14, 2014/15, 2015/16, 2016/17
3 Taças de Portugal
2003/04, 2013/14, 2016/17
4 Supertaças
2005, 2014, 2016, 2017
7 Taças da Liga
2008/09, 2009/10, 2010/11, 2011/12, 2013/14, 2014/15, 2015/16
Luisão e Benfica

"Vais ser uma referência": a confiança de Luís Filipe Vieira

Ao longo da última década e meia, Luisão foi "um companheiro de caminhada" de Luís Filipe Vieira no Benfica. A aquisição do brasileiro passou para o papel em agosto de 2003, altura em que o Presidente de hoje desempenhava as funções de gestor do futebol do Clube (assumiria o comando da instituição após o ato eleitoral de 31 de outubro desse ano).
A ligação entre Luisão e Luís Filipe Vieira cresceu e fortaleceu-se em cima de admiração e respeito mútuo, mas a verdade é que a empatia começou ainda antes de se cruzarem e batalharem por objetivos comuns na Luz.
"Conheci o Luisão antes de ele vir para o Benfica. Ele jogava numa equipa chamada Juventus, e eu era então presidente do Alverca e fui com José Couceiro ver jogadores ao Brasil. Um deles era o Luisão", confidenciou o líder das águias em 16 de fevereiro de 2017 quando tomou a palavra na homenagem ao capitão pelo seu jogo 500 no Benfica.
"Não vale a pena perguntar por que ele não veio então, mas passados uns anos concretizou-se e veio para o Benfica", juntou Luís Filipe Vieira, estancando a curiosidade da plateia.
Luisão e Benfica
Em junho desse ano, numa entrevista à ESPN, Luisão fez um conjunto de revelações ilustrativas da aposta de Luís Filipe Vieira e da confiança que este lhe passou de forma repetida época após época.
"Achei que o Benfica seria um trampolim para um grande na Europa. Pensei que ficaria apenas um ou dois anos até sair. Tive propostas todos os anos, mas o Presidente disse-me sempre: 'Não vais sair, vais ter conquistas no Clube e vais ser uma referência'. O futebol perdeu isso, as referências... Confiei na palavra do Presidente Luís Filipe Vieira e optei por ficar. Sentia-me desejado", contou o capitão.
"Apostei na pessoa certa, confiei nas palavras de uma pessoa com uma índole ímpar e que apostou no meu futuro olhando com os olhos daquela época. Vejo que tudo valeu a pena", reforçou Luisão.
Luisão e Benfica

O Tetra nos momentos especiais

Para Luisão, qual terá sido o melhor momento em 15 anos no Benfica? A pergunta acomoda-se quase sem pedir licença nos guiões de entrevista de carreira, mas, com tantas experiências vividas no Clube e com tantos troféus conquistados, o central, nas declarações e nas intervenções que foi tendo, revelou-se incapaz de destacar apenas um facto.
Abrindo o leque dos acontecimentos especiais, o ex-internacional brasileiro nomeia pelo menos dois: o primeiro Campeonato ganho pelas águias em 2004/05, para o qual contribuiu decisivamente com o golo vitorioso anotado frente ao Sporting na penúltima jornada da prova (1-0), e a conquista do Tetracampeonato (2016/17).
Nos quatro títulos nacionais consecutivos que ajudou a vencer na Luz, Luisão foi "só" o jogador mais utilizado no Benfica, com um total de 8342 minutos, bem à frente de Jardel (5942'), o segundo colocado no ranking de utilização nas temporadas do Tetra.
Luisão e Benfica

Os treinadores que teve na Luz

  • José Antonio Camacho (2003/04 e 2007/08), Giovanni Trapattoni (2004/05), Ronaldo Koeman (2005/06), Fernando Santos(2006/07 e 2007/08), Fernando Chalana*(2007/08), Quique Flores (2008/09), Jorge Jesus (2009-2014/15) e Rui Vitória (2015-2018/19)
* transição
Texto: João Sanches
Fotos: SL Benfica / Arquivo
Luisão e Benfica

Todos os jogos de Luisão no Benfica

ÉPOCACAMPEONATOTAÇA DE PORTUGALSUPERTAÇATAÇA DA LIGALIGA DOS CAMPEÕESLIGA EUROPA
-
TAÇA UEFA
2003/04153---4
2004/052921-18
2005/063131-10-
2006/07172--73
2007/08194-363
2008/09213-5-4
2009/1028--5-12
2010/112361268
2011/12252-212-
2012/13185-127
2013/14285-169
2014/15301125-
2015/1692-24-
2016/17283116-
2017/181631-4-
2018/19------
TOTAL337446246958

Luisão e Benfica 

Todos os golos de Luisão no Benfica

ÉPOCACAMPEONATOTAÇA DE PORTUGALSUPERTAÇATAÇA DA LIGALIGA DOS CAMPEÕESLIGA EUROPA
-
TAÇA UEFA
2003/0431----
2004/052---
-
2005/061---1-
2006/072-----
2007/0831----
2008/0921---1
2009/104--1-1
2010/1112--21
2011/121---1-
2012/131-----
2013/1411-112
2014/154-----
2015/16----1-
2016/17-1----
2017/1811----
2018/19------
TOTAL268-2


Comentar com: ou
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

obrigado pelo seu comentário !!!

Siga-nos no Facebook!!! https://www.facebook.com/benficaglorioso ☚ Visita


 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2018