««« O desafio, que coloca frente a frente o vencedor do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal e o finalista vencido da Prova Rainha, está agendado para as 20h45 do dia 5 de agosto, no Estádio Municipal de Aveiro. «««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2015\2016

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
some alt text
BTV
Some alt text
BTV
BTV

EMPATE NO CLÁSSICO FC Porto - SL Benfica, 1-1

domingo, 6 de novembro de 2016


FC Porto e SL Benfica defrontaram-se esta noite de domingo, numa partida referente à 10.ª jornada da Liga NOS.
Estádio do Dragão vestido a rigor, com cerca de três mil adeptos benfiquistas nas bancadas em apoio à equipa e a fazerem-se ouvir de princípio a fim.
Com cinco pontos de vantagem sobre FC Porto e SC Braga e sete do Sporting CP, entrada fortíssima do Tricampeão, num onze com duas alterações face aos dois últimos. Eliseu e Samaris, nos lugares de Grimaldo e Fejsa, respetivamente, com os dois atletas a juntarem-se aos indisponíveis Jonas e Rafa.
Minuto inaugural, Cervi faz uma maldade a Maxi Pereira (que túnel!) e conquista o primeiro canto do desafio.
Os anfitriões, a jogar em casa, não gostaram do atrevimento e André Silva (6’) respondeu de pronto, com Gonçalo Guedes, aos 12’, a não se ficar e a atirar por cima da baliza de Iker Casillas.
Entretanto, Luisão fez sinal ao banco mostrando que não estava em condições de continuar… Não bastasse o azar do capitão, minuto 14, e Ederson faz a primeira grande defesa da noite.
Enorme defesa do guardião brasileiro que, com o pescoço, diz não ao golo de Corona, e fica muito mal tratado, pedindo assistência imediata a Artur Soares Dias.
Confirmada a não continuidade de Luisão, Lisandro entra aos 17’ para o eixo central da defesa, juntando-se ao jovem Lindelof.
O FC Porto reagrupou as tropas e a partir daqui tomou conta do jogo… Danilo, de cabeça na sequência de um canto; André Silva com um remate poderoso; Corona a oferecer a Ederson a defesa da noite; Diogo Jota…
Do outro lado, um Benfica com linhas baixas, com um bloco coeso e solidário a defender tudo, com Ederson – enormíssimo – a dizer não a todas as investidas dos azuis e brancos.
Aos 35’, o Tricampeão libertou-se e Gonçalo Guedes deu o mote mas a bola saiu por cima da trave. Em cima do intervalo, a melhor oportunidade para as águias. Pizzi na cobrança de um canto, Lindelof salta mais alto mas Felipe corta e o esférico ainda beija o ferro.
Nulo ao intervalo, num clássico intenso, muito disputado, e que já merecia golos.
Intensidade máxima… e golos!
Ora, a segunda metade começou sem alterações no figurino e com o tento inaugural do jogo.
Jogada de entendimento coletivo, Corona abre para Diogo Jota que, ganha o frente a frente com Nélson Semedo e remata já com angulo complicado para o 1-0. A partir do minuto 50 o Benfica viu-se a perder no Dragão, obrigado a correr atrás do prejuízo.
Gonçalo Guedes disse presente e Rui Vitória mexeu no xadrez da equipa com a entrada de André Horta para o lugar de Cervi.
O Benfica surgiu então mais atrevido, a subir as linhas e Samaris, aos 60’, viu Iker Casillas a fazer uma defesa enorme, negando o empate ao grego.
Do outro lado, Ederson também continuava em altíssimo nível e, aos 67’, nega o 2-0 a Telles na cobrança de um livre direto.
O treinador do Benfica fez a última alteração no onze e colocou Raúl na frente atacante, com Salvio a sair.
Segunda metade mais dividida, com o Benfica a reagir, a lutar pelo resultado… e a justiça chegaria já no tempo de compensação, com Lisandro, de cabeça, na sequência de um canto, a fazer o 1-1.
Clássico ingrato, com as águias a serem confrontadas com várias adversidades, contudo, o Tricampeão sai do Dragão com mais um ponto e mantém a liderança - 26 pontos (8V2E).
O SL Benfica alinhou de início com Ederson; Nélson Semedo, Luisão (Lisandro, 17’), Lindelöf e Eliseu; Samaris, Pizzi, Salvio (Raúl, 72’) e Cervi (André Horta, 58’); Gonçalo Guedes e Mitroglou.
Segue-se uma paragem para os compromissos das Seleções Nacionais. O Tricampeão regressa aos relvados no dia 19 de novembro, sábado, num desafio a contar para a Taça de Portugal. O SL Benfica recebe o Marítimo, num jogo com início marcado para as 20h15, no Estádio da Luz.
Na quarta-feira seguinte, dia 23, há nova mudança de chip, com as águias a viajarem até à Turquia onde vão defrontar o Besiktas, num encontro referente à 5.ª jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões.
O Campeonato Nacional regressa no domingo, dia 27, com o Estádio da Luz a receber o SL Benfica – Moreirense, referente à 11.ª jornada. O desafio está marcado para as 18h00.



Comentar com: ou
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Enviar um comentário

obrigado pelo seu comentário !!!

Siga-nos no Facebook!!! https://www.facebook.com/benficaglorioso ☚ Visita


Sports Blogs
blog directory
 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2017